Segue-nos
PUBLICIDADE

Televisão

Festa é Festa: Florinda descobre que houve desaparecimento de dinheiro

PUBLICIDADE

Saiba o que vai acontecer no episódio desta noite de ‘Festa é Festa’…

Publicado

em

Divulgação TVI

No nono episódio de ‘Festa é Festa’, Peixoto (Vítor Emanuel) diz que é impossível ter o dinheiro disponível amanhã. Albino (Pedro Alves) está passado, pois o dinheiro também era dele e precisa de o apresentar amanhã. Peixoto vai embora e diz que lhe liga para a semana. Albino fica aflito e Betinha (Ana Marta Contente) não sabe o que fazer. São (Sílvia Rizzo) e Florinda (Ana Brito e Cunha) já estão à conversa, com esta a tentar tranquilizar São de que ninguém ia mexer nas malas. São está desanimada com tudo o que tem acontecido desde que saíram de França. Florinda disponibiliza-se para lhe emprestar dinheiro.

PUBLICIDADE

Fernando (Manuel Marques) dá 100€ a Jorge (Manuel Melo) mas pede-lhe para não dizer nada a ninguém. Jorge fica emocionado e abraça Fernando. Este diz que se arrepende muito de não ter ido ao funeral do pai de Jorge. Tomé (Pedro Teixeira) está a enrolar para ganhar tempo e pensar no que vai dizer. Tomé conta que deram um chá ao Sôtor (José Carlos Pereira) e os Guardas querem saber tudo sobre o chá. Depois diz que o Sôtor dormiu no quarto de Elizabete e os Guardas acham que dormiram juntos. Jorge repara em Bruno (Gonçalo Norton) e pergunta quem é.

Ana Carolina (Beatriz Barosa) vê que tem várias mensagens e chamadas de Bruno e resolve ligar-lhe. Bruno diz que não vai embora sem falar com ela e Ana Carolina pergunta-lhe onde está. Bruno diz que está no café e Ana Carolina pede-lhe para ir ter com ela a casa. Dá-lhe 15 minutos para falarem e depois quer que ele se vá embora da aldeia. Vuitton (Beatriz Costa) farta-se de esperar por Carlos (Rodrigo Paganelli) e vai embora, chateada. O interrogatório a Tomé continua e ele já sua com o nervosismo. Os Guardas percebem que ele está nervoso e confrontam-no. Tomé fica ainda mais nervoso quando os Guardas avisam que vão ter de fazer uma perícia.

Ana Carolina e Bruno estão sentados frente a frente, mas ele não consegue dizer nada a não ser pedir-lhe desculpa. Ana Carolina sorri por sentir que se libertou emocionalmente daquele empecilho e diz-lhe que o tempo acabou. Ana Carolina empurra-o para fora de casa e fecha a porta. Jorge está a beber cerveja com os colegas da equipa, mas eles queixam-se que Jorge nunca paga nada. Jorge pede mais uma rodada e pede para pôr na conta, mas promete que desta vez paga. Tomé despede-se dos Guardas e compromete-se a avisá-los, caso haja algum desenvolvimento.

Tomé tranca-se no seu gabinete e vai buscar a mala do Sôtor para ver o que ele esconde na mala. Tomé insiste em saber porque motivo Aida (Ana Guiomar) foi ao quarto do Sôtor a meio da noite. Ela diz que foi à casa de banho e que a porta do quarto estava entreaberta, e foi assim que viu o Sôtor. António (Luís Simões) ainda não sabia que o Sôtor tinha desaparecido, mas diz que acabou de vê-lo na praça. Aida decide ir ao consultório, mas Tomé vai com ela. Fernando diz a São que já falou com o pessoal da oficina e que as malas estão lá. Fernando quer ir lá com Manel (Vítor Norte), mas São faz questão de ir também. Albino compõe a roupa e ensaia o que vai dizer à Presidente da Câmara. Elizabete chega e gosta de o ver arranjado, só tem pena que não seja para ela.

PUBLICIDADE

Corcovada (Maria do Céu Guerra) põe um disco a tocar e começa a dançar sozinha. Corcovada repara que Ana Carolina está ali a observá-la e puxa-a para dançar consigo. Ana Carolina pergunta se há algum sítio que deva conhecer e a bisavó manda-a passear para o rio. Ana Carolina dá um beijo na testa da bisavó e vai embora. Manuela (Inês Herédia) continua a olhar com espanto para o Sôtor, que está num misto de descontração e mistério. Manuela acha que o Sôtor devia avisar a Guarda que já apareceu, mas ele diz que nunca desapareceu. Aida e Tomé benzem-se ao ver o Sôtor. Aida quer tocar-lhe para ter a certeza que é real, mas Tomé não deixa.

Albino faz todos os possíveis para distrair Camila (Marta Gil) do seu objetivo e evita ao máximo mostrar as contas da Junta. Elizabete interrompe a reunião e diz que está ali uma pessoa para falar com Albino. Este sorri de alívio por ser o Padre (Carlos M. Cunha), pois Camila não se irá opor a que fale com ele. Camila está irredutível e não deixa Albino ir falar com o Padre. Quer saber onde está o dinheiro em falta. Albino acaba por dizer que está no cofre, deixando Elizabete aflita pois sabe que não há lá dinheiro nenhum.

Fernando e São chegam a casa com as malas de viagem. Ao ver as suas malas de viagem, Vuitton atira-se a elas e abre-as só com o braço bom. São vai para abrir a sua mala, mas não se lembra do código. Bufa, furiosa. Camila está a contar o dinheiro que estava no cofre. Elizabete ainda está incrédula. O Padre diz que precisa de Albino para enterrar um morto, mas Camila ainda precisa de rever umas contas. Albino diz que não pode deixar o morto à espera e de forma educada vai empurrando Camila para fora da sala. Florinda está a limpar o pó quando se lembra de ir ver quanto dinheiro tem guardado, pois nunca se sabe quando vai precisar dele. Fica em pânico ao perceber que o dinheiro desapareceu.

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING

PUBLICIDADE