Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Famosos revoltados com decisão sobre “Festa do Avante” após festivais serem cancelados

PUBLICIDADE

Vários artistas têm mostrado a sua perplexidade perante a possibilidade de realização da “Festa do Avante”…

Publicado

em

Por

Diogo Piçarra / instagram

A pandemia do novo coronavirus obrigou ao cancelamento de inúmeros festivais um pouco por todo o país. Os artistas que vivem dos espectáculos ao vivo têm mostrado através das redes sociais que a sua principal fonte de rendimento está comprometida, e o futuro cada vez mais incerto.

PUBLICIDADE

Mas a polémica promete subir de tom, já que vários artistas se têm mostrado perplexos com a intenção manifestada pelo PCP de manter a “Festa do Avante”, que tem data marcada para o início de setembro.

Jerónimo de Sousa já afirmou que a ‘Festa do Avante’ não é um festival, e que os “comunistas portugueses são criativos”. António Costa já comentou o tema, revelando que a atividade política dos partidos “não está proibida”.

Diogo Piçarra mostrou-se indignado com a situação, e através das redes sociais deixou a sua opinião: “‘Avante não é um festival’. É o mesmo que dizer vou só ali beber um café às 23h de sábado”, começou por escrever o músico nas redes sociais.

“O meu Altice não é um concerto, então. É uma congregação de milhares de pessoas numa só voz comungando o nosso espírito com o único objetivo de limpar a alma cantando as músicas do meu novo álbum”, acrescentou ainda via Twitter.

PUBLICIDADE

Ora veja:

O humorista Nilton também comentou a polémica: “Se a Roberta Medina se inscrever no PCP, há Rock in Rio?”, atirou o artista.

COMENTÁRIOS

TRENDING