Segue-nos

Animais

Família não queria mais esta cadela, portanto, decidiu atá-la, em plena tempestade de neve

“Ela tinha as patinhas para cima, juntas, porque estava cheia de frio…”

Publicado

em

A cadela tinha de se aquecer, desesperadamente! Tinha passado toda a noite a tremer, ao frio, durante uma enorme tempestade de neve, depois dos seus donos a terem deixado atada no jardim de casa. Se tivesse permanecido mais tempo no exterior, a pobre cadela tinha morrido.

Na passada terça-feira, uma vizinha reparou que a pobre cadela de dois anos tremia de frio, no jardim, e que tinha fazer algo para a ajudar! Decidiu chamar a Detroit Pit Crew Dog Rescue, uma organização que ajuda animais abandonados, feridos e doentes, em Detroit, Michigan, nos Estados Unidos, e pediu para que viesses socorrê-la.

“Recebemos uma chamada de uma cidadã de Detroit, que parecia estar muito nervosa pelo facto dos vizinhos terem deixado a cadela toda a noite no jardim, ao frio”, explicou Theresa Sumpter, fundadora e diretora da organização, em declarações ao site The Dodo, acrescentando:

“Ela tinha as patinhas para cima, porque estava cheia de frio! Se não tivéssemos vindo ajudar esta cadela, a vizinha estava preocupada que ela não tivesse sobrevivido.”

Sabendo que esta cadela corria perigo eminente, os resgatadores apressaram-se ao local, trazendo-a para a organização. Em fevereiro último, foi aprovada uma lei nos Estados Unidos que refere que reconhece como crime público o ato dos donos atarem um animal de estimação no jardim de casa por mais de três horas. Os donos deste cão estavam, claramente, em incumprimento da lei!

Apesar de estarem em casa, os donos recusaram-se a falar com os resgatadores. Na sequência desta atitude, a vizinha decidiu entrar e pedir-lhes para que entregassem a pobre cadela aos cuidados da organização Detroit Pit Crew Dog Rescue.

Por mais estranho que pareça, os donos tinham outro cão e este estava autorizado a entrar dentro de casa!

“A vizinha abriu a porta para me mostrar que o outro cão estava dentro de casa, e para me dizer que os donos não queriam mais o cão que tinham atado no jardim, deixando-o, simplesmente, ali, atado… Ela estava obviamente ferida e cheia de frio, não podia permanecer ali com aquele tempo”, explicou Theresa.

Fruto daquilo pelo qual tinha passado, a equipa de resgate decidiu chamá-la Blizzard (Tempestade). Assim que encontrou um lugar quente e seguro, Blizzard não contei o seu contentamento! “Sabíamos que ela era uma cadela meiga quando a trouxemos, ela não parava de lamber um dos tratadores”, explica Theresa.

Quando a colocaram dentro da carrinha, a pobre cadela enrolou-se, como que a desfrutar do ambiente, ao qual agora podia estar grata!

Mas apesar de estar, já, em segurança, Blizzard tinha de ser vista pelo veterinário. Tinha as patas infetadas e queimadas pelo frio! “Ela vai conseguir recuperar, mas estava mesmo muito mal tratada, estava mesmo muito exposta ao frio!”, refere a responsável.

Mas Blizzard não precisou de ficar muito tempo em observação no veterinário. Depois de verificado o seu estado de saúde (que, no geral, se encontrava bem), ela foi colocada numa casa de adoção temporária, junto com outros dois cães, o Noelle e o Cholo, também salvos pela mesma organização.

“Ela está muito feliz, por lá, com os outros dois cães”, concluiu a responsável Theresa Sumpter.

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING