Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Exclusivo: Joana esclarece: “O dinheiro do prémio nem sequer está disponível para lhe tocar…”

PUBLICIDADE

Em conversa com a Hiper FM, Joana Albuquerque partilhou também as expetativas que tem para a sua nova marca…

Publicado

em

Albuquerque Designs/Site

Joana lançou a marca da sua autoria ‘Albuquerque Designs‘ na passada sexta-feira e esteve à conversa connosco onde nos explicou mais detalhes sobre o novo projeto. Nesta terceira e última parte, a vencedora do Big Brother – Duplo Impacto partilha as expetativas que tem para a marca.

PUBLICIDADE

Depois de nos apresentar a ‘Albuquerque Designs’ e de responder às críticas sobre os preços, Joana começa por referir e esclarecer que não investiu qualquer parte do prémio de 20.000€ que recebeu por ter vencido o “Duplo Impacto” em março.

O dinheiro do prémio continua bloqueado… Apesar do que as pessoas acham, que eu ando a gastar o meu dinheiro todo, a verdade é que eu ainda não lhe toquei. Nem sequer está disponível para eu lhe tocar“, afirma a jovem, que atira divertida: “Mas quando gastar eu aviso“.

Expetativas de esgotar a coleção “num mês

Depois da licenciatura em Design de Moda e das participações em duas edições do Big Brother, Joana lança a ‘Albuquerque Designs’ como um primeiro passo rumo à ambição de ter uma futura coleção de roupa.

É uma coisa que gosto mesmo de fazer. Acho que toda a gente na minha posição, se tivesse os mecanismos para alcançar um objetivo, acho que prefeririam utilizar estes mecanismos do que propriamente dar um passo maior do que as pernas e avançar logo para uma coisa que pode ter investimentos entre os 20, 30, 40 mil euros“, afirma.

PUBLICIDADE

Fazer uma coleção de roupa requer um investimento gigante e já requer alguma experiência, portanto eu estou-me a divertir, estou a apalpar terreno com a minha linha de merchandising para depois poder errar um bocadinho menos quando for as coisas a sério“, acrescenta.

Por isso, as expetativas para a nova marca são as melhores: “Gostava de conseguir esgotar a coleção num mês, acho que dá perfeitamente“, revela. Ainda que essa meta possa variar consoante as peças que estejam e não estejam disponíveis em stock, sendo que algumas delas já se encontram esgotadas, a designer partilha connosco o processo que tem seguido.

Tenho alguns artigos que não estão em stock, consoante as encomendas eu entrego e não tenho stock, como é o caso dos saca-rolhas, só tenho um de cada para tirar as fotografias, mas de resto não tenho stock. Acho que vou continuar simplesmente a vender no site, porque não são coisas que preciso de ter armazenadas, nem nada do género. Isso há de continuar a lá estar“.

PUBLICIDADE

Quanto aos restantes produtos, “se esgotar, esgotou“, ainda que exista a possibilidade de se “tentar fazer um restock“. Contudo, as novidades não irão ficar por aqui: “Tenho algumas peças para entrar novas, também são muito giras, que devem entrar lá para julho, mas de resto gostava de estar já em setembro-outubro a vender a coleção de outono-inverno“, revela.

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING