Segue-nos

Lifestyle

Empresa dá o exemplo, e cria licença de menstruação remunerada

Publicado

em

Todas as mulheres têm “aqueles dias” em que, em vez de ter que ir trabalhar, o que mais queriam era ficar em casa, sem que nada as perturbe.

Sair de casa cheia de cólicas, ou com o humor virado ao contrário, pode ser difícil para a própria, e até para os colegas de trabalho.

Esta empresa britânica dá o exemplo e oferece às suas funcionárias  uma espécie de licença menstruação.

As 15 mulheres que trabalham na Coexist, de Bristol, podem ausentar-se do trabalho durante a menstruação. Podem trabalhar em casa para compensar as horas em que estiveram ausentes.

A empresa não estipula um número fixo de dias por mês, já que isso podia associar o ciclo menstrual a uma doença, o que não é bom, segundo contou Bex Baxter, diretora da empresa.

A Nike parece ter sido a primeira a ter adotado esta medida. Além da gigante americana, vários países asiáticos já têm leis que prevêm o direito à licença de menstruação às mulheres.

O Japão foi o primeiro a introduzir a ideia em 1947.

Fonte: Hypeness

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING