Segue-nos

Famosos

Emocionado, António Sala presta tributo a Ramalho Eanes: “Orgulhoso de ser Português…”

Comovido com as palavras do General Ramalho Eanes, António Sala escreveu uma carta aberta ao ex-Presidente da República…

Publicado

em

Por

Antonio Sala | Facebook | Reprodução

A entrevista que o ex-Presidente da República Ramalho Eanes deu a Fátima Campos Ferreira, na RTP, ainda tem eco junto dos portugueses.

O General fez um apelo aos mais velhos: “Se for necessário, oferecemos o ventilador ao homem que tem mulher e filhos”, defendeu.

“Nós, os velhos, vamos ser os primeiros a dar o exemplo”, referiu o ex-presidente. “Não saímos de casa, recorremos sistematicamente aos cuidados que nos são indicados e mais, quando chegarmos ao hospital, se for necessário, oferecemos o nosso ventilador ao homem que tem mulher e filhos”.

E prosseguiu: “Eu falo porque sou um velho de 85 anos, e nós os velhos devemos pensar que a nossa situação é igual à dos outros. E se alguma coisa há, é a obrigação suplementar de dizer aos outros que isto já aconteceu, que se ultrapassou, vai ser ultrapassada”, revelou.

Comovido com as palavras do General Ramalho Eanes, António Sala escreveu uma carta aberta ao ex-Presidente da República, que publicou na sua conta no Facebook:

“Exmo. Senhor Presidente, digníssimo Senhor General António Ramalho Eanes,

Caríssimo amigo, não poderia deixar de lhe transmitir o quanto as suas palavras, durante a sua brilhante intervenção na RTP1, me tocaram profundamente.

Como velho que sou, e que já desde há muito vou caminhando nesta estrada da vida, senti-me, como raras vezes terá acontecido, representado de forma absolutamente digna e verdadeiramente superior nas suas pujantes e sábias palavras.

Como homem e simples cidadão, agradeço-lhe o neste momento dramático para todos nós e para todo o mundo, ter-me feito sentir orgulhoso de ser português, e poder dizer com vaidade, que é uma enorme honra Vossa Excelência ter sido Presidente do meu país. Um dos grandes Presidentes de Portugal.

São personalidades como Vossa Excelência, autêntica reserva moral deste país e deste povo, que nos faz acreditar que a Pátria e as gentes lusitanas, podem ser dignas de uma História fantástica, que transportam no seu sangue há mais de novecentos anos. Muito obrigado por nos estimular neste momento e desta forma, nesse desiderato.

Com a mais profunda admiração, venho desejar a Vossa Excelência as maiores bênçãos de Deus, e que no imediato estas se manifestem em forma de boa saúde para si e toda a sua família.

Com enorme estima e admiração, deste seu velho e dedicado amigo,

António Sala”.

Ora veja:

.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING