Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Emoção! Marido de Maria João Abreu em novo desabafo comovente: “A falta que me fazes…”

PUBLICIDADE

Num texto arrepiante, João Soares recordou os “fins de tarde” com Maria João Abreu: “Agora, não oiço a porta da rua a bater… tu não entras…”.

Publicado

em

João Soares/Instagram

Foi no passado dia 13 de maio, que o país recebeu uma triste notícia. Maria João Abreu partiu, vítima de aneurisma cerebral, deixando família, amigos e artistas “em choque”.

PUBLICIDADE

Uma das primeiras pessoas a reagir publicamente, nas redes sociais, foi o marido da atriz de 57 anos, João Soares, que, desde então, tem partilhado vários desabafos na sua conta de Instagram.

Esta quarta-feira, 2 de junho, não foi exceção. Na sua página, o músico partilhou uma foto ao lado de Maria João Abreu e lembrou como eram os fins de tarde com a companheira:

“Normalmente, eu chegava a casa antes de ti. (…)E era por volta desta altura do dia, o final da tarde, que muitas vezes, ouvia a porta da rua bater e te reconhecia os passos a subir as escadas (…) tu entravas e dizias: “Amoooor!!! Cheguei!” (…) E enchias a casa e a minha alma, também. Mais a alma do que a casa. Muito mais… Era, sem me dar conta, o melhor momento do meu dia, porque iniciava o NOSSO dia. Era o nosso reencontro diário”, começou por escrever.

E continuou, destacando como são atualmente os fins de tarde em sua casa: “Agora, não oiço a porta da rua a bater, nem os teus passos a ecoar nas escadas. Não te vejo pela janela. As chaves não fazem barulho e a fechadura não roda. E tu não entras. E a tua voz não me invade. E a casa não fica cheia. Mas a minha alma, sim. Aqui dentro, dentro dela, continuas tu. Com o nosso amor. O nosso carinho. As nossas vontades. A nossa vida”.

PUBLICIDADE

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por João Soares (@jrgsoares)

João Soares admitiu no final que, esteja onde estiver, Maria João Abreu continua a guiá-lo e declarou-se depois, mostrando-se nostálgico.

“(…) Continuas a guiar-me. A preencher-me a alma. A aconselhar-me. A amar-me. Tal como eu te amo a ti. Tanto. Tanto. Tanto. Todos os dias. Como sempre te disse: “Amo-te hoje, um pouco mais do que ontem, e um pouco menos do que amanhã.” Até ao fim da minha vida. A falta que me fazes…”.

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

TRENDING