Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Emoção: Luís Borges recorda Eduardo Beauté, um ano após a sua morte: “Nunca se esquece um amor…”

PUBLICIDADE

O manequim assinalou a data com uma carta dirigida ao companheiro…

Publicado

em

Por

Luis Borges | Instagram

O dia de hoje é de emoções fortes para Luís Borges. Foi a 7 de setembro de 2019 que o país ficou em choque com a notícia da morte do cabeleireiro.

PUBLICIDADE

Eduardo Beauté, que morreu há precisamente um ano, vítima de uma embolia cerebral, foi hoje recordado pelo companheiro nas redes sociais. Luís Borges escreveu um longo texto na rede social Instagram onde, em forma de carta se dirige a Eduardo começando por recordar os últimos momentos que passou com o companheiro.

“Eduardo, Faz hoje 1 ano que partiste, 1 ano em que as nossas vidas ficaram mais vazias e mais tristes. Lembro-me perfeitamente da nossa última conversa, sentados no sofá da tua casa. As últimas conversas nunca se esquecem, principalmente quando a vida não nos dá a chance da despedida.Precisavas de um fim de semana para descansar, longe de saberes que aquele seria o do teu eterno descanso”, começa por escrever.

“Pois esse fim de semana tornou-se no mais triste da minha vida.Tiraram-me o tapete e eu não estava preparado para isso. Senti-me desamparado e sem saber o que fazer, por mais pessoas que tivesse ao meu redor”, continua.

Mais à frente recorda a preocupação sobre como iria dizer aos filhos que o pai tinha partido: “A minha única preocupação era como iria dizer aos nosso filhos que o Pai já não iria poder passear, brincar, levar à escola, encher de mimos… fazer tudo o que tu tão bem fazias com eles.A Lu é sem dúvida a que sente mais a tua falta.Era e será sempre a princesa dos teus olhos. Era contigo que ela desabafava e adorava dormir de conchinha. Por mais amor que lhe dê, o vazio que ela sente eu nunca vou conseguir tapar…”, revela ainda.

PUBLICIDADE

“Hoje irá a Fátima, como tu tanto gostavas de ir, rezar por ti. Com a tua partida, tornei-me um Luís mais vulnerável e que consegue exprimir melhor aquilo que sente. Talvez esta seja mais uma forma que encontrei de te manter vivo em mim: ser um pouco do tanto que tu te expressavas sem medo. Penso muito em ti e em todos os momentos que vivemos juntos”, explica Luís Borges.

Veja aqui o texto completo.

View this post on Instagram

Eduardo, Faz hoje 1 ano que partiste, 1 ano em que as nossas vidas ficaram mais vazias e mais tristes. Lembro-me perfeitamente da nossa última conversa, sentados no sofá da tua casa. As últimas conversas nunca se esquecem, principalmente quando a vida não nos dá a chance da despedida.Precisavas de um fim de semana para descansar, longe de saberes que aquele seria o do teu eterno descanso. Pois esse fim de semana tornou-se no mais triste da minha vida.Tiraram-me o tapete e eu não estava preparado para isso. Senti-me desamparado e sem saber o que fazer, por mais pessoas que tivesse ao meu redor.A minha única preocupação era como iria dizer aos nosso filhos que o Pai já não iria poder passear, brincar, levar à escola, encher de mimos… fazer tudo o que tu tão bem fazias com eles.A Lu é sem dúvida a que sente mais a tua falta.Era e será sempre a princesa dos teus olhos. Era contigo que ela desabafava e adorava dormir de conchinha. Por mais amor que lhe dê, o vazio que ela sente eu nunca vou conseguir tapar… Hoje irá a Fátima, como tu tanto gostavas de ir, rezar por ti. Com a tua partida, tornei-me um Luís mais vulnerável e que consegue exprimir melhor aquilo que sente. Talvez esta seja mais uma forma que encontrei de te manter vivo em mim: ser um pouco do tanto que tu te expressavas sem medo. Penso muito em ti e em todos os momentos que vivemos juntos. Quero recordar-te como o bom amigo e Pai que foste, sempre pronto a ajudar e a resolver os problemas de todos. Aquele que, quando tinha, dava tudo, mesmo que ficasse sem nada. A vida é injusta e acho que foi muito contigo… Sei (sinto) que estás bem e aqui em baixo também estamos. Os nossos filhos, que irão sempre ter 2 pais, estão a crescer a olhos vistos e, por mais que tenham uma ferida dentro deles pela tua partida, estão rodeados de amor aqui em casa. Estão rodeados de amor… e são também o amor que me rodeia. (Continua nos comentários…)

A post shared by Luis Borges (@luisborgesoficial) on

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING