Segue-nos

Famosos

Emoção! Fátima Campos Ferreira ‘abre o coração’ pela primeira vez para falar sobre o falecimento do marido: “Um choque tremendo…”

Manuel Rocha faleceu no passado dia 12 de fevereiro…

Publicado

em

Por

Emoção! Fátima Campos Ferreira ‘abre o coração’ pela primeira vez para falar sobre o falecimento do marido: “Um choque tremendo…”
Reprodução Redes sociais

Nesta segunda-feira, dia 27 de março, Fátima Campos Ferreira foi uma das convidadas de Manuel Luís Goucha no programa “Goucha”, da TVI. A jornalista falou sobre a carreira profissional, mas também ‘abriu o coração’ para falar sobre aspetos da vida pessoal.

A dada altura da conversa, Fátima Campos Ferreira não conteve a emoção ao falar do marido, Manuel Rocha, que faleceu no passado dia 12 de fevereiro. Manuel Luís Goucha questionou a entrevistada sobre onde estará, agora, o companheiro: “Estará com eles , com os pais dele, estará nessa polifonia que é para onde todos vamos”, respondeu a jornalista.

A convidada ainda recordou: “O Manel foi meu companheiro durante quase 30 anos”. Foi neste momento que o apresentador dedicou uma bonita mensagem a Manuel Rocha: “Ele é das pessoas que mais amo, porque se sou o homem que sou e estou aqui, devo-lhe a ele”, garantiu, uma vez que o jornalista e ex-diretor de informação da RTP foi o grande responsável por Manuel Luís Goucha se estrear nas manhãs.

Fátima Campos Ferreira ainda deixou rasgados elogios ao recordar o marido: “O Manel foi o talento, a criatividade, o sair do livro e agora tens que pensar e fazer. Sempre fui a tal pessoa que apesar de comunicar razoavelmente penso mais do que aquilo que digo. (E ele) foi alguém que me incentivou a fazer. Esse talento e criatividade permanente que ele tinha”afirmou.

No seguimento deste assunto, a convidada relembrou um dos momentos do funeral que a marcou: “O Luís de Matos disse uma coisa muito simples: ‘eu era um miúdo de 17 anos e tinha um baralho de cartas. Ele fez de mim um mágico internacional’. Achei graça, porque de uma singeleza enorme qualificou-o. Sabia muito de recursos humanos, de descoberta de talento e também de como organizar as pessoas”, afirmou.

Manuel Luís Goucha ainda ‘confrontou’ a convidada sobre como é viver sem o companheiro, ao passo que Fátima Campos Ferreira respondeu: É viver de outra maneira, é pensar que a vida continua até um dia. É continuar o resto que me falta”. O apresentador insistiu: “Não tens medo?”.

“Esse dia está definido para todos nós. Quem é que vai ter medo de uma coisa que está no caminho de toda a gente? É evidente que há um choque tremendo. Quando vemos as pessoas de quem gostamos partirem, o caixão, é um choque imenso. Mas sabemos que é o nosso espelho. É o espelho que temos por diante. Temos que viver com essa realidade. Eu não estou sempre a pensar nisso, mas já sei que isso é assim, esse problema está resolvido. Agora vou viver”, garantiu a convidada.

COMENTÁRIOS

TRENDING