Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Em lágrimas, Joana Madeira revela mensagem de ódio que recebeu: “O que é que as pessoas ganham?”

PUBLICIDADE

Fátima Lopes acabou por ficar bastante indignada: ” É uma questão de formação, de educação (…) Isto é dos temas que a mim me enerva”, atirou.

Publicado

em

TVI/Site

Joana Madeira esteve esta quarta-feira, 06 de maio, no programa “A Tarde É Sua”, na TVI, à conversa com Fátima Lopes.

PUBLICIDADE

A atriz e humorista marcou presença para falar um pouco da sua vida pessoal, do seu percurso profissional e até revelou que esta foi a sua primeira saída de casa, após 56 dias em confinamento.

A dada altura, Joana Madeira falou da forma como lida com as críticas diárias, referindo que não entende o porquê de as receber:

“Eu não sei o que é, já dei voltas à cabeça e não consigo perceber mas se calhar é por estar sempre tão bem-disposta que as pessoas têm essa necessidade…”, começou por desabafar.

De seguida, partilhou com Fátima Lopes uma das últimas mensagens depreciativas que recebeu, por parte de um seguidor:

PUBLICIDADE

“Eu fiz um Tik Tok, onde me tenho divertido muito, e de repente, nos comentários, apareceu-me lá um senhor a dizer: “As pessoas que fazem Tik Toks são as pessoas que não têm talento”. E eu pensei assim: “O que é que esta pessoa ganha em vir aqui…dizer-me a mim que eu não tenho talento?”, disse, em lágrimas.

Joana Madeira mostrou-se indignada com o facto de receber este tipo de mensagens e considerou de seguida: “Eu não consigo perceber o que é que as pessoas ganham. Ganham que eu fique triste, mas o que ganham com isso?”, questionou.

PUBLICIDADE

Foi então que Fátima Lopes reagiu e deixou algumas palavras de alento à jovem:

“Vou-te dizer uma coisa, eu com o tempo estou me a tornar cada  vez mais intolerante para gente assim porque se foram às tuas redes, foram porque quiseram, viram uma coisa que não apreciaram, está tudo bem (…) mas isso não lhes dá o direito de dizer coisas que magoam”, começou por dizer.

Indignada com a situação, a apresentadora continuou, referindo que “é uma questão de formação, de educação”, e até deixou uma ‘reprimenda’ a quem faz este tipo de comentários nas redes sociais:

“Eu sei que estamos todos muito enervados de estar em casa mas os nervos não passam por andarmos com uma metralhadora na mão a abater tudo o que são pessoas onde nós entramos nas redes sociais. Calma!”, apelou.

PUBLICIDADE

No final, Fátima Lopes destacou que o que é verdadeiramente importante na vida é as pessoas e que isso é um ensinamento que todos têm que reter deste período de quarentena: “Isto é dos temas que a mim me enerva…”, disse, passando de imediato para outro tema.

Vê aqui.

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

TRENDING