Segue-nos

Famosos

Eduardo Madeira sobre Joana Latino: “Lá roubou o pódio ao André Ventura…”

Eduardo Madeira fez uma reflexão na sua conta de Instagram onde abordou o “caso Joana Latino”…

Publicado

em

Joana Latino/Instagram

Eduardo Madeira tem usado as redes sociais para fazer recorrentemente algumas “Conclusões do Confinamento”.

Esta sexta-feira, 22 de maio, na sua página de Instagram, o humorista fez uma nova reflexão e claro, abordou algumas temáticas atuais.

Eduardo Madeira começou por falar da questão dos bancos que, soube-se, irão cortar custos e subir comissões, passando depois para o ‘caso Joana Latino’, que tem gerado tanta polémica:

“Disse aqui há um mês que os bancos não iam ajudar um crl na crise e se for preciso ainda iam pedir a nossa ajuda. Pumbaaa, já está. A Joana Latino, através de muito dislate, esforço e provocação lá roubou o pódium ao André Ventura. Doidona”, começou por escrever.

O comediante abordou também o facto de diariamente serem veiculadas informações sobre a vacina e a cura para a Covid-19, pedindo: “Vá lá, sosseguem a franga. É que chega a ser febril” e deu até a conhecer que em Whuan, a cidade onde começou o coronavírus, já houve uma mudança drástica na cultura, mostrando-se orgulhoso:

“Em Whuan deixaram de degustar animais selvagens. Quem for ao mercado à procura da bela costeleta de morcego, do tenro bife de pangolim ou da suculenta posta de jibóia vai ter se contentar com um perdigueiro ou um siamês. Já estamos a evoluir para aqueles lados”.

Lê aqui a reflexão na íntegra:

View this post on Instagram

Conclusões do Confinamento VI 1 – Disse aqui há um mês que os bancos não iam ajudar um crl na crise e se for preciso ainda iam pedir a nossa ajuda. Pumbaaa, já está. 2 – A Joana Latino, através de muito dislate, esforço e provocação lá roubou o pódium ao André Ventura. Doidona. 3 – Todos os dias a imprensa fala em 4 vacinas e 8 curas diferentes. Vá lá, sosseguem a franga. É que chega a ser febril. 4 – O Confinamento deu para constatar algo que já se desconfiava: há pessoas que no Instagram são o Dr Jeckyl e no Facebook o Mister Hyde. Esquizofrenia de Rede, portanto. 5 – Em Whuan deixaram de degustar animais selvagens. Quem for ao mercado à procura da bela costoleta de morcego, do tenro bife de pangolim ou da suculenta posta de jiboia vai ter se contentar com um perdigueiro ou um siamês. Já estamos a evoluir para aqueles lados.

A post shared by Eduardo Madeira (@eduardo.madeira8) on

.

Tenho 21 anos e sou formada em Comunicação. Apaixonada pelos media, acabei o curso e comecei a escrever aqui logo de seguida... Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING