Segue-nos

Animais

Dono de cães revela, emocionado, como errou ao deixá-los fechados no carro

Publicado

em

Jonathan Theobold deixou os seus três Staffordshire bull terriers fechados no carro durante cinco horas. Segundo ele, calculou mal o tempo, e a temperatura. Quando voltou, dois dos seus animais de estimação estavam mortos, e o terceiro estava a lutar pela vida. O terceiro, uma cadela chamada Daisy, morreu enquanto tentava reanimá-la.

Ele foi processado pela RSPCA, e condenado em tribunal. Agora fez este vídeo, onde conta toda a história desse dia trágico, para alertar outros proprietários de cães para que não cometam o mesmo erro. Daisy, Rascal e Mitch, foram deixados sem água, ou ventilação, e tentaram sair para fora do veículo, tendo sofrido várias convulsões, antes de morrerem.

Quase um ano depois, Theobald, de Peterborough, falou pela primeira vez sobre o incidente. Ele quis participar neste vídeo de grande impacto, para aumentar a consciencialização sobre os perigos dos animais de estimação ficarem nos carros em dias quentes.

No vídeo, ele fala sobre o impacto que a sua decisão de deixar o trio no carro teve na sua vida e na vida da sua família.
Em setembro do ano passado ele declarou-se culpado de uma acusação de causar sofrimento desnecessário aos cães.

Ele foi condenado a uma pena de prisão de 18 semanas, suspensa por dois anos, no Tribunal de Peterborough.

Vale a pena ouvir este depoimento:

De acordo com a PETA, todos os anos muitos cães sofrem, quando os seus proprietários os deixam em carros estacionados – mesmo que seja “apenas um minuto”, para ir a qualquer lado.

A organização diz que os carros estacionados ao sol são uma “ratoeira de morte para os cães”.

“Num dia de 25 graus, a temperatura dentro de um carro estacionado pode subir para entre os 37 e os 48 graus em apenas alguns minutos, e em um dia de 32 graus, a temperatura interior pode chegar aos 71 graus, em menos de 10 minutos…”

.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING