Famosos

Diogo Quintela gera polémica com texto humorístico sobre condições na pediatria do S. João no Porto

São várias as partilhas da foto com o texto juntamente com a indignação de muitos e o apoio de outros a Diogo Quintela e às suas palavras.

Sónia Simões Ferreira/ facebook

José Diogo Quintela fez um texto para o Correio da Manhã, usando a sátira e o humor, para reflectir sobre o que se está a passar na ala pediátrica do Hospital S. João do Porto, onde crianças doentes com cancro fazem tratamentos em condições lamentáveis.

A noticia surge após a denuncia, feita pelos pais de crianças doentes, e que está a chocar o país.

Mas as palavras de Diogo Quintela não caíram bem a muitas pessoas que nas redes sociais têm mostrado a sua indignação.

Sónia Simões Ferreira voluntária no IPO, e amiga de algumas mães de crianças doentes com cancro, não gostou das palavras de Diogo, e deixou na sua página de Facebook um recado ao humorista, e a quem visse o seu post:

“José Diogo Quintela, enquanto voluntária do IPO e amiga pessoal de mães IPO, gostaria imenso de conversar PESSOALMENTE consigo. Se por acaso este post chegar a si, não hesite em contactar. Obrigada! PARTILHEM, PFF!!”

A verdade é que tal como Sónia, muitos não se reviram nas palavras de Quintela e responderam ao seu apelo.

Com mais de 3 mil partilhas e vários comentários, as opiniões dividem-se entre os que apoiam e defendem a sátira do humorista, e os que a consideram uma total falta de respeito para com o sofrimento das crianças e dos pais.

Sónia, responde a alguns comentários referindo que percebeu que se tratava de uma sátira mas na sua opinião “para a ironia e para o sarcasmo existe ou deveriam existir limites”.

Ao contrário de Sónia, a apresentadora Dália Madruga, que também comentou o sucedido na sua página de Facebook, acusa os que criticam as palavras de Diogo Quintela acusando-os de não saberem interpretar português : “Eu fico triste por reparar que o português continua a ser difícil de interpretar… ”

Dália refere anda que considera que o texto não só é uma ironia ao que se passa como acusa alguns portugueses de se indignarem com o que se passa na Síria, e bem,  mas não fazerem nada com o que se passa no seu país : “A minha leitura leva-me a considerar ironia o que foi escrito (..) os portugueses ficam muito indignados com o que se passa na Síria (e bem), mas não reparam no que se passa em casa (crianças a fazer quimioterapia nos corredores de um hospital). Mas é sempre mais fácil atacar os que tentam chamar a atenção. E atrás de um teclado somos todos grandes heróis!”

As palavras de Dália acompanham uma partilha (outra) de alguém que tal como Sónia Simões Ferreira também não gostou nada do que o humorista escreveu.

Lê aqui o post na integra:

COMENTÁRIOS

To Top