Segue-nos
PUBLICIDADE

Big Brother

Diogo do “Big Brother” recorda infância: “Sou um privilegiado desde que nasci…”

PUBLICIDADE

Diogo explicou ainda porque não revelou mais sobre si dentro da casa do Big Brother…

Publicado

em

Por

Big Brother 2020

Diogo Cunha foi o convidado do programa ‘A Tarde é Sua’ desta segunda-feira, dia 10 de agosto, onde esteve à conversa Fátima Lopes sobre o seu percurso no Big Brother.

PUBLICIDADE

O concorrente que liderou todas as sondagens não oficiais até à final, mas que acabou por ficar em segundo lugar, falou também da sua vida pessoal, recordou a infância e explicou a razão pela qual não revelou mais sobre si dentro da casa da Ericeira.

O lisboeta revela que sempre foi uma criança muito protegida pelos pais: “Sou um privilegiado desde que nasci porque os meus pais sempre me protegeram bastante, sempre tive a possibilidade de estudar em colégios, que é um privilégio imenso…”, começa por revelar.

“Eu até posso associar os meus ataques de pânico a uma revisão de valores incutidos pelos meus pais, e a vontade de eu querer viver de uma forma a partir do momento em que eu começo a experienciar ataques de pânico”, explica ainda o ex-concorrente.

“Para mim os ataques de pânico são coisas tão simples como alertas do meu corpo a dizerem: Diogo tu não estás bem contigo. Tu queres mudar alguma coisa, mas estás sem coragem para o fazer… E o que eu queria mudar era a vontade de não querer trabalhar das 9 às 5, quero ser free-lancer, e tudo o que vai contra os valores dos meus pais…”, revela ainda.

PUBLICIDADE

Veja aqui o video.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING