Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

De coração partido, Rita Pereira chora a morte de Hyndia, a sua “cãopanheira”

PUBLICIDADE

Rita Pereira descreve como foram os últimos momentos com a sua cadela, num passeio na praia…

Publicado

em

Por

Rita Pereira partilhou hoje com os seus seguidores um momento de grande tristeza. A actriz partilhou, através das redes sociais, a morte da sua cadela, que se chamava Hyndia, nome que deu também à sua conta de Instagram.

PUBLICIDADE

Rita Pereira partilhou um longo desabafo, onde começa por explicar a tristeza que sente:

“Este post faz-me sentido porque se um dia decidi partilhar um pouco da minha vida convosco, acho justo não partilhar apenas quando estou feliz. Hoje estou muito triste. Muito mesmo. Sabia que esta tristeza um dia ia chegar, mas não pensei que fosse já…”

Depois, Rita Pereira descreve como foram os últimos momentos com a sua cadela, num passeio na praia:

“A minha Hyndia morreu. A minha Hyndia. Morreu na praia, num dia lindo, com um sol de Outono lindo, a correr atrás de pedras, como tanto adorava, nos braços da pessoa que mais a amava“, revelou.

PUBLICIDADE

E continuou, descrevendo como a cadela a acompanhou ao longo dos anos: “Fez-me tão feliz, acrescentou tanto à minha vida. Quem convive comigo sabe que a levava para todo o lado. Foi comigo para o teatro, para as gravações, fez capas de revista, entrou em novelas, foi a programas de tv, fez campanhas publicitárias, fez sorrir tanta gente. Era tão inteligente. Nunca usou uma coleira ou uma trela, seguia-me para todo o lado. Confortou-me em momentos difíceis, enxaguou as minhas lágrimas, fez-me rir à gargalhada, cuidou do Lonô. Tenho muito orgulho dela. E uma coisa é certa, dei-lhe todo o meu amor e sei que a fiz muito feliz nestes 10 anos ao meu lado.
Para sempre, a minha Hyndia. ❤️…”

View this post on Instagram

Este post faz-me sentido porque se um dia decidi partilhar um pouco da minha vida convosco, acho justo não partilhar apenas quando estou feliz. Hoje estou muito triste. Muito mesmo. Sabia que esta tristeza um dia ia chegar, mas não pensei que fosse já. A minha Hyndia morreu. A minha Hyndia. Morreu na praia, num dia lindo, com um sol de Outono lindo, a correr atrás de pedras, como tanto adorava, nos braços da pessoa que mais a amava. Fez-me tão feliz, acrescentou tanto à minha vida. Quem convive comigo sabe que a levava para todo o lado. Foi comigo para o teatro, para as gravações, fez capas de revista, entrou em novelas, foi a programas de tv, fez campanhas publicitárias, fez sorrir tanta gente. Era tão inteligente. Nunca usou uma coleira ou uma trela, seguia-me para todo o lado. Confortou-me em momentos difíceis, enxaguou as minhas lágrimas, fez-me rir à gargalhada, cuidou do Lonô. Tenho muito orgulho dela. E uma coisa é certa, dei-lhe todo o meu amor e sei que a fiz muito feliz nestes 10 anos ao meu lado. Para sempre, a minha Hyndia. ❤️

A post shared by Rita Pereira (@hyndia) on

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING