Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

De coração aberto, Goucha tem a “conversa que faltava” com Cristina Ferreira

PUBLICIDADE

A amizade de Goucha e Cristina Ferreira, a saída para a SIC, o dia mais difícil na TVI e a relação do apresentador com Rui Oliveira foram os temas abordados…

Publicado

em

Por

Manuel Luís Goucha/Instagram

Este sábado, 26 de dezembro, foi emitido mais um ‘Conta-me’, desta vez especial. Cristina Ferreira entrevistou Manuel Luís Goucha que, apesar dos longos anos de amizade, lhe abriu pela primeira vez a porta de sua casa, em Fontanelas.

PUBLICIDADE

No jardim de Goucha foram abordados os mais diversos assuntos sobre a vida do apresentador, entre eles a sua amizade com Cristina Ferreira e saída da TVI.

Os dois formaram durante 17 anos uma das duplas mais amadas da televisão portuguesa com o programa matinal ‘Você na TV’. No entanto, a adaptação um ao outro demorou tempo, até porque de início Cristina Ferreira revelou o seu lado mais confiante.

“Achei-te petulante porque tu disseste-me que um dia ias trabalhar comigo. Um ano depois estávamos os dois juntos. Não estavas tão bem resolvida com algumas coisas como hoje estás”, recorda.  Quanto aos desentendimentos iniciais, Goucha afirma só se terem desentendido “uma vez por causa do ar condicionado”.

Relativamente à mudança de Cristina para a SIC, o apresentador comentou: “Sempre achei que ias ganhar. Foi uma luta, porque fiquei quatro meses sozinho a dizer que ia mudar e as pessoas a desvalorizarem completamente. Disse uma vez até que te agradecia por teres saído porque foi uma aprendizagem”.

PUBLICIDADE

Nesta altura, Manuel Luís Goucha viveu ainda um dos seus momentos mais difíceis na TVI, quando entrevistou Mário Machado numa conversa com o tema “precisamos de um novo Salazar?”. Embora que não tenha sido Goucha a propor a entrevista, o apresentador foi bastante criticado e foram até apresentadas queixas à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC). Porém, admitindo que na altura faltou contextualização à entrevista, Goucha revela: “Nesse dia recebi uma chamada de um dirigente do PCP a dizer que estive muito bem”.

A relação de 21 anos com Rui Oliveira, também foi tema de conversa. Goucha reconhece que o companheiro “não tem filtros” mas não lamenta isso, defendendo que todas as pessoas têm direito à opinião. No entanto, por vezes os meios de comunicação aproveitam-se disso para o “ferirem”, segundo explica.

“É mais livre porque não é uma figura pública. Diz tudo o que pensa. Eu acho graça, mas há coisas que ele diz com as quais eu não concordo”, afirma, dando como exemplo as touradas, pelas quais Rui é aficionado.

PUBLICIDADE

Os conhecimentos em Direito e o seu sentido de humor mais mordaz, são característica de Rui que mais acrescentam Manuel Luís Goucha, de acordo com o mesmo.

Durante a conversa intimista com Cristina, Goucha comoveu-se ainda, ao falar da sua relação com a mãe que, tem 97 anos e vive em Coimbra.

Veja aqui a conversa na integra.

COMENTÁRIOS

TRENDING