Segue-nos

Big Brother

Curva da Vida: Daniela Ventura recorda falecimento da mãe, overdose, bullying e não só

Daniela Ventura foi a primeira concorrente do Big Brother 2024 a partilhar a ‘Curva da Vida’…

Publicado

em

Curva da Vida: Daniela Ventura recorda falecimento da mãe, overdose, bullying e não só
Reprodução/Redes sociais e Reprodução TVI

A gala do Big Brother 2024 deste domingo, dia 31 de março, contou com a partilha da ‘Curva da Vida’. Daniela Ventura foi a primeira concorrente desta edição que recordou os momentos que mais marcaram a sua vida até ao momento.

Daniela nasceu em Angola e viveu neste país até aos seus 16 anos: “A minha mãe sempre fez de pai e mãe. Vivíamos com os meus avós, o meu avô sempre foi o pai que eu precisei. Dói muito saber que o meu pai não me queria ter. A minha mãe vivia com um homem, ele tinha um filho, eu sempre me senti muito excluída“, começou por contar.

Quando tinha 9 anos, a concorrente recordou a doença da mãe que resultou na sua morte, notícia que não lhe foi comunicada: “Acabou por falecer! O que mais me custou foi que esconderam isso de mim, nem sequer foi ao funeral, isso até hoje tenho muito ressentimento pela minha avó porque nunca tive essa oportunidade e roubaram isso de mim“.

Este acontecimento gerou consequências na sua vida: “No início, sofria muito bullying por ser órfã. Por isso é que as pessoas não entendem porque é que eu sou tão brusca e tão na defensiva“.

Seguiu-se a mudança para Portugal e uma nova fase difícil: “Eu comecei a ficar mais parecida com a minha mãe e esta pessoa começou a ver-me de formas diferentes. Ainda era uma menina, tinha tanta vergonha! A partir daqui, eu fechei-me completamente e comecei a beber. Era a raiva, era o rancor e eu sempre fiquei calada“.

Aos 19 anos, Daniela foi para Londres e recebeu uma proposta: “Uma ex-amiga disse-me que tinha um amigo brasileiro que se quer casar. Ele vai dar-te uma boa quantia de dinheiro, tenho um contrato, ele não te toca, tens de assinar os papéis e ficas lá na tua vida. ‘Tu sabes que os teus avós estão a passar muitas dificuldades’. Foi só ela dizer isso que, claro, eu aceitei“.

Dois meses depois, saiu da casa deste homem e conheceu um outro, sendo que a convivência também não correu pelo melhor: “Numa conversa mais íntima, eu referi que era virgem. Ele disse: ‘ou tu fazes ou vais embora’! Chegou ao ponto que eu não sabia se me doía mais o corpo ou se doía mesmo a alma! Senti-me tão suja, até que já não aguentava mais“.

Depois deste episódio, formou com um menino que conheceu uma “conexão muito bonita” e voltou para Portugal. Seis meses depois, recebeu uma mensagem desta pessoa, regressou a Londres e foi com ela que viveu uma relação amorosa. “Amei-o tanto, foi um começo tão bonito. Ele era um menino com muitos traumas de família e, eventualmente, também se tornou muito agressivo. Eu ganhei coragem e fui-me embora“.

A história continuou com Daniela a relatar: “Eu tive uma overdose de comprimidos, estava mesmo sozinha e sentia que, no estado em que estava, não valia a pena. Enchi-me de tudo! Estava a inconsciente e fui parar ao hospital“.

No seguimento deste episódio, a concorrente “pensou em dar uma volta” à sua vida e foi nesta fase que surgiu o Islão na sua vida: “Estava a ver TikTok’s e começa a aparecer coisas do Islão. Em 2022, quando voltei para Inglaterra, depois de ler o Corão eu decidi que queria começar a praticar o Islão. Posso dizer que a minha vida começou aqui. Isto não era a minha vida. E o BB foi para mim um começo. E sei que saindo daqui, só para cima“, finalizou.

Veja aqui a ‘Curva da Vida’ de Daniela Ventura.

Licenciado em Comunicação e Media e Mestre em Jornalismo e Comunicação, escrevo sobre televisão, reality shows, famosos e entretenimento...

TRENDING