Segue-nos

Famosos

Daisy Gonçalves desabafa sobre situação na Beira: “(a ajuda) vem para o Estado, não para o sector privado”

Com família na Beira, a namorada de Yannick Djaló explica: “Teve gente que abandonou tudo e foi embora porque nem sequer adianta voltar a reinvestir para ter o estabelecimento que teve.”

Publicado

em

Daisy Gonçalves | Instagram

Daisy Gonçalves, namorada do jogador de futebol Yannick Djaló, tem partilhado nas suas redes sociais vários testemunhos sobre a real situação na Beira, em Moçambique.

A moçambicana que cresceu na região da Beira viveu horas de desespero por não saber da sua família paterna, que vive na zona afectada pelo ciclone Idai.

Yannick Djálo, que está em Moçambique, contou à  Hiper Fm que viajou para o país, principalmente para apoiar a namorada:

“Vim porque a Daisy precisava de mim. Quando aconteceu ela estava em viagem de trabalho pela Ásia e ficou totalmente transtornada porque não havia meios de se comunicar com a família ( na Beira está a família paterna, pai, irmãos, tios, avós, primos) e amigos de infância.”

Por estes dias, tanto Yannick como Daisy têm usado as redes sociais para partilhar o que se passa na região:

View this post on Instagram

#beira … #newbeginnings #cycloneidai

A post shared by Daisy Gonçalves (@ehbonito) on

A blogger e apresentadora da TV Sucesso, em Moçambique, viveu momentos de aflição por não conseguir falar com a família nas primeiras horas da tragédia: “Só conseguiu falar com o meu pai uma semana depois do acontecido e tiveram de marcar um horário para fazer a ligação porque pelo que percebi na altura só alguns lugares da cidade tinham rede.”, explicou Djáló à nossa redacção.

Já na Beira e com os seus familiares, Daisy partilhou um video onde, emocionada, relata algumas das situações que encontrou desde a sua chegada:

“Boa parte do que está a passar na televisão é o que está a acontecer no campo, não necessariamente na cidade”, começa por explicar para que se perceba que a cidade a destruição é grande:  “mas, olha,  a cidade está devastada, tem… um monte de casas sem telhados, lojas destruídas, buracos enormes … estabelecimentos fechados  completamente destruídos..”

A namorada de Yannick Djaló relata ainda o espírito dos que tinham negócios na cidade e que desistiram de lutar, porque não têm capacidade financeira para reconstruir tudo de novo: Teve gente que abandonou tudo e foi embora porque nem sequer adianta voltar a reinvestir para ter o estabelecimento que teve.” , explica realçando que as ajudas vão para quem está pior neste momento:

A ajuda que chega, chega para o campo, para as pessoas que de certa maneira são mais necessitadas, que perderem tudo, familiares, vidas, casas…” mas realça que na cidade as coisas também não estão fáceis, e a ajuda que vem não é para todos:

Para cidade vem para o Estado, não para o sector privado. As pessoas que tinham lojas, que tinham estabelecimentos comerciais, privados, não recebem essa ajuda e teve muita gente que desistiu.. tem muita gente que pôs os estabelecimentos à venda, tem muita gente que foi embora porque é um investimento que vai sair do bolso outra vez não é? para reestruturar a cidade… é essa a situação da Beira agora…por isso toda a ajuda é útil”

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING