Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Cristina Ferreira emociona-se ao falar de bullying digital : “O meu filho lê…”

PUBLICIDADE

Em lágrimas no Jornal das 8, Cristina Ferreira conta que a família lê todos insultos de que é vítima nas redes sociais…

Publicado

em

Por

TVI/Site

Este sábado, 28 de novembro, Cristina Ferreira marcou presença no Jornal das 8. Na sequência da emissão de uma reportagem sobre bullying digital, a apresentadora foi falar sobre o tema em direto, uma vez que publicou recentemente um livro – “Pra cima de p*ta” – sobre o mesmo.

PUBLICIDADE

José Alberto Carvalho conduziu a entrevista onde, Cristina Ferreira contou que o bullying que sofre nas redes sociais piorou na altura em que voltou para a TVI. “A minha passagem da TVI para a SIC não teve nada a ver com a minha passagem da SIC para a TVI (…) Voltei porque eu senti que era aqui o meu lugar”, explica.

No entanto, a apresentadora, como um dos rostos mais conhecidos da televisão portuguesa, desde sempre que é muito atacada na internet e imprensa cor-de-rosa.  “Não são críticas, são injurias, são ofensas, são uma tentativa clara de destruir a minha moral, destruir aquilo que eu sou profissionalmente e aquilo que eu sou pessoalmente”, afirma.

Sem conseguir esconder a emoção, Cristina Ferreira teme por aqueles que fazem parte da sua vida e todos os dias leem insultos à sua integridade, “nada do que está aqui me toca, mas tocaria qualquer outra pessoa. É que a mim não me dói, mas tenho muito medo que doa a outras pessoas. E que elas não resistam a isto.

Já de lágrimas nos olhos, Cristina lamenta, pois “tem sido muito difícil lidar com uma campanha destrutiva”. “O meu filho lê todos os dias, o meu pai lê todos os dias, a minha família lê todos os dias… eles sabem a pessoa que têm na família e não é isto, conta.

PUBLICIDADE

Ao falar deste assunto e com a publicação do livro, Cristina Ferreira pretende que a lei existente passe a ser aplicada nestes casos e que se criem novas leis se necessário. No caso de isso não acontecer, Cristina promete que será criada em breve uma petição pública para que o bullying digital passe a ser punido.

A diretora de entretenimento e ficção da TVI deixa ainda claro que todas as receitas angariadas com o livro, vão ser doadas a associações de combate ao bullying. Termina ainda, salientando que esta deve ser uma luta da sociedade e, por essa razão, realça que “este livro é de todos”.

 

PUBLICIDADE

 

COMENTÁRIOS

TRENDING