Segue-nos

Actualidade

Costa diz que atos de violência não podem ficar impunes

O primeiro-ministro disse hoje que os atos de “selvajaria” ocorridos na terça-feira na Academia do Sporting, em Alcochete, não podem ficar impunes.

Publicado

em

Sófia, 16 mai (Lusa) — O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que os atos de “selvajaria” ocorridos na terça-feira na Academia do Sporting, em Alcochete, não podem ficar impunes, e defendeu que os comportamentos “inaceitáveis” no desporto têm de ser banidos.

“O desporto é uma forma de transmissão de valores e não pode ser uma forma de promoção da selvajaria, como ontem [terça-feira] pudemos assistir, que obviamente a todos repugna e não pode ficar impune de forma alguma”, afirmou o primeiro-ministro, à saída da reunião do Partido Socialista Europeu, em Sófia (Bulgária).

António Costa sublinhou que houve “uma infiltração grande no mundo do futebol de comportamentos que são inaceitáveis, que nada têm a ver com o desporto, e que têm de ser banidos”.

“Temos de nos dotar dos meios legais necessários para banir este tipo de comportamentos e devolver ao desporto, neste caso ao futebol, a pureza própria”, defendeu.

AMG // ZO

Lusa/fim

Mundo

Casal adotou 7 irmãos que viviam num orfanato, mesmo a tempo do Natal

Publicado

em

Depois de entrarem e saírem de um orfanato várias vezes, sete irmãos no Arkansas, nos Estados Unidos, têm finalmente um lar para sempre, e uma família para passar o Natal.

As sete crianças são as mais recentes adições à família de Terri e Michael Hawthorn, que agora inclui agora 13 crianças.

Os Hawthorns cuidaram de várias crianças desde que decidiram se tornar-se pais adotivos há vários anos atrás, revelou a KTHV.

“As nossas primeiras palavras foram: ‘OK, faremos isso por alguns anos, mas não adotaremos'”, disse Terri Hawthorn.

Mas Hawthorn não “cumpriu” esse compromisso, depois de conhecer dois irmãos.

Neste mês de dezembro, o casal adotou os sete filhos, que estavam para adoção há quase três anos.

“É bom ter uma família para acordar todas as manhãs”, disse Kyndal Hawthorn.

“Quando cheguei aqui, eu estava tipo, oh meu Deus, nós temos as nossas próprias camas”, disse Layna Hawthorn.

Antes de conhecerem os Hawthorns, as crianças às vezes tinham que ir para uma casa adotiva, sem uma cama para dormir ou comida para comer, de acordo com KTHV.

“É tão bom saber que temos uma família agora e não precisamos ir para nenhum outro lugar”, disse Dawson Hawthorn, o irmão mais velho.

Terri Hawthorn chama isso de bênção.

“Eles são uma bênção”, disse ela. “Todos os dias essas crianças acordam e estão a rir, felizes, e vemos isso nos sorrisos nos seus rostos, é o que faz valer a pena.”

“Este foi o melhor Natal que poderia ter, sabendo que tenho uma mãe e meu pai”, disse Kyndal.

Michael Hawthorn disse à WFLA 8 que ele e sua esposa adotaram dois bebés em abril, depois os sete em dezembro. Os Hawthorns também têm quatro filhos biológicos.

Michael Hawthorn postou este comovente comentário sobre seus sete novos membros da família no Facebook.

“Hoje é oficial, estes 7 irmãos mudaram o seu sobrenome para Hawthorn. Muitas orações por essas crianças nos últimos dois anos e meio. Obrigado Pastor Steve por ter vindo, e um enorme obrigado a Alan Clark…”

A maioria das pessoas da minha idade só se preocupa com a reforma (isso seria bom), mas, acima disso, optámos por investir na vida destas crianças. Eu e Terri passámos de 4 filhos para 13…”

As crianças fizeram um vídeo adorável sobre a sua nova família.

Veja aqui:

Continuar a ler

TRENDING