Segue-nos
PUBLICIDADE

Familia

Como parar a birra de uma criança com “apenas” uma pergunta

PUBLICIDADE

Esta técnica depende de muitos factores e diálogos. Importante é não desistir, pois os resultados são maravilhosos…

Publicado

em

Pixabay

De todos os sentimentos, a raiva é um dos mais difíceis de dominar. Exige auto-controlo, e as crianças não têm as ferramentas necessárias para o fazer. Neste texto, publicado no site La Voz Del Muro, vamos ficar a conhecer um método capaz de acabar (ou atenuar) as birras de uma criança com uma simples pergunta.

PUBLICIDADE

Apesar de funcionar bem, não devemos experimentar esta técnica em crianças muito pequenas. O método é recomendado para crianças com mais de 5 anos de idade.

Quando a birra acontece por que um brinquedo está partido, ou algo não correu da maneira que eles queriam, o primeiro passo a fazer é olhar nos olhos, e perguntar calmamente: “Isto é um problema grande, médio ou pequeno?”

Isto faz com que a criança pare para pensar, e seja capaz de medir a importância do problema, arranjando formas de o abordar, e resolver por ele.

Se o problema for pequeno, podemos explicar que ele pode ser resolvido com uma simples acção. Por exemplo, se a birra provocada por umas calças que ele não queria vestir a solução é rápida: ele vai ao armário e encontra o que gostaria de usar.

PUBLICIDADE

Se o problema foi médio, podemos explicar que tem solução, mas que é presico mais tempo para encontrar uma solução: por exemplo, se as calças estão sujas, e ele não as pode usar,terão que ir para lavar e ele só as pode usar amanhã. Isso ensina a solucionar problemas, e aprender a aguardar pelo resultado.

Os problemas grandes, no ponto de vista de uma criança, não devem ser minimizados, e sim dar a devida atenção. Depois, eé importante ensinar as crianças de que existem coisas que não podemos mudar, pelo menos no imediato.

Depois de algumas semanas de perguntas, podemos ver que acriança começa a classificar problemas facilmente, e tem mais facilidade em resolvê-los. Está na hora de os felicitar pela sua autonomia e compreensão.

PUBLICIDADE

Esta técnica depende de muitos factores e diálogos. Importante é não desistir, pois os resultados são maravilhosos.

Partilha com os teus amigos.

Fonte: La voz del muro

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING