Segue-nos
PUBLICIDADE

Actualidade

Comissão de Economia aprova audição de representantes da Ryanair no Parlamento

A Comissão de Economia aprovou hoje por unanimidade um requerimento que visa a audição no Parlamento, com caráter de urgência, de representantes da administração da Ryanair em Portugal.

Publicado

em

Por

Comissão de Economia aprova audição de representantes da Ryanair no Parlamento

Lisboa, 04 abr (Lusa) – A Comissão parlamentar de Economia aprovou hoje por unanimidade um requerimento que visa a audição no Parlamento, com caráter de urgência, de representantes da administração da Ryanair em Portugal e várias associações de aviação.

O requerimento apresentado pelo Bloco de Esquerda propõe uma audição conjunta da Comissão de Economia e da Comissão de Trabalho a representantes do Conselho de Administração da Ryanair em Portugal, a representantes do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) e a responsáveis da ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho.

Os representantes da ANA-Aeroportos de Portugal e da ANAC irão também ser ouvidos na Comissão de Economia.

No requerimento apresentado à Comissão Parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, o Bloco considera “incontornável convidar os representantes da Ryanair em Portugal” para dar explicações sobre as ameaças aos trabalhadores em greve, os investimentos em curso no país e a dimensão dos benefícios recebidos pela instalação de uma base para a Europa a partir de Portugal.

No documento, o Bloco repudiou ainda a atitude da empresa, que se justificou com “a lei irlandesa”.

O requerimento foi apresentado no passado dia 02 de abril, no seguimento de acusações do SNPVAC, que denunciou no dia anterior, dia 01 de abril, que a Ryanair contactou tripulantes na Europa para a substituição dos grevistas portugueses, chegando inclusivamente a ameaças de despedimento.

Num memorando enviado aos trabalhadores, a que a Lusa teve acesso, a Ryanair admitiu ter recorrido a voluntários e a tripulação estrangeira durante a greve dos tripulantes portugueses.

Os trabalhadores da Ryanair cumprem hoje o último de três dias não consecutivos de greve para reivindicar a aplicação da lei nacional.

JZFO/ ATR (ER/PE/ALU/PL)// ATR

Lusa/Fim

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TRENDING