Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Com frio de rachar, Catarina Furtado lembra crianças refugiadas: “Acreditem que não durmo bem…”

PUBLICIDADE

A apresentadora fez um desabafo e um sentido apelo aos seus seguidores… Ora veja!

Publicado

em

Por

Catarina Furtado | Instagram

Catarina Furtado recorreu esta noite às redes sociais para lembrar as imagens que viu nos campos de refugiados, nomeadamente na Grécia, lançando ainda um apelo aos seguidores.

PUBLICIDADE

A apresentadora da RTP esteve há uns meses em reportagem no campo de Moria, com o intuito de mostrar ao mundo “as condições absolutamente desumanas onde cerca de 13.000 pessoas viviam”.

Agora, com as temperaturas baixas que se fazem sentir em Portugal, Catarina Furtado fez um desabafo nas redes sociais para consciencializar quem a segue do que enfrentam estes homens, mulheres e crianças: “Está um frio de rachar. Todos os dias sou atormentada pelas imagens que não esqueço do que vi nos campos de refugiados, nomeadamente na Grécia”, começa por explicar.

“Todos os dias entro na minha casa aquecida, no meu edredão confortável, no meu banho de água quente e sou assaltada pelo pensamento (e pelas informações que me chegam ) sobre o sofrimento EVITÁVEL de milhares de pessoas que estão a viver, com a falta de tudo o que é digno, sem NADA, nada, nada, a não ser um frio de rachar que os mata. Literalmente”, prossegue Catarina Furtado.

“Crianças, jovens, mulheres, homens! Acreditem que não durmo bem. Hoje falo-vos de uma campanha que o @humansbeforeborders está a fazer de angariação de roupa de homem (XS, S e M) e produtos higiénicos para entregar no campo de Moria, na ilha de Lesbos, Grécia, onde estive com o meu programa Príncipes do Nada”, revela ainda a apresentadora da RTP que deixa um apelo final: ” Quem quer contribuir? Até dia 8 em Lisboa e até dia 20 nos outros pontos do país. É só contactar o HuBB @humansbeforeborders 🙏”, pode ler-se.

PUBLICIDADE

Ora veja:

COMENTÁRIOS

TRENDING