Segue-nos

Famosos

Cláudio Ramos sobre o novo programa da SIC: “As concorrentes e os participantes… têm o direito a estar ali”

“Desculpem, mas é o que eu acho. Não sou nem burro, nem machista, nem quero regredir no tempo”, escreveu.

Publicado

em

Cláudio Ramos/Instagram

Este domingo, 10 de Março, foi dia de estreias na Televisão portuguesa.

Se por um lado, na SIC, “Quem Quer Namorar com o Agricultor?” é a nova aposta do canal, dando a conhecer cinco concorrentes que buscam o amor, na estação de Queluz de Baixo foi apresentado “Quem Quer Casar com o Meu Filho?”, que pretende dar a oportunidade a alguns homens de encontrarem o amor da sua vida, com a ajuda da sua mãe.

Assim, e nas redes sociais, muito se tem falado nos dois formatos e muitas têm sido as opiniões deixadas.

Ora, depois de ver o programa e de ver as muitas críticas feitas ao mesmo, Cláudio Ramos decidiu insurgir-se através de um post feito no seu blogue Eu, Cláudio.

O comentador começou por garantir que assistiu no domingo à noite ao programa da SIC, uma vez que considera ser mais interessante do que o formato emitido na TVI:

” (…) Nada tem a ver com o canal, mas sim com o facto de eu conhecer os dois formatos e ter dito sempre que o ‘Agricultor’ me fascinava e ambicionava ser seu apresentador. Não só pela sua vertente de entretenimento, como pela belíssima parte pedagógica que a ele está inerente e que só não vê quem não quer”, garantiu.

Cláudio reforçou depois a mensagem importante que o reality-show pretende transmitir e que, na sua opinião, ainda não foi entendida pelos portugueses:

“Mostrar ao mundo que a agricultura faz parte do meio de sustento de muita gente e que essa gente não é toda igual, que nem todos os agricultores são burros e analfabetos, ou agro-betos, que há um mundo de vida entre uma coisa e outra”, escreveu, acrescentando que ainda há muitas pessoas que olham “de lado” para quem trabalha na vida do campo.

Relativamente às muitas criticas que o programa tem ‘recebido’ nas redes sociais, o vizinho de Cristina Ferreira depressa considerou:

” (…) Sou dos que respeita todas as opiniões e apelo muito à liberdade. Por isso mesmo é importante perceber que as candidatas do programa estão ali de livre vontade na busca de uma experiência social que – aos seus olhos- as beneficiará a elas e a eles. Que eles – os agricultores – também são avaliados, como elas são, dentro do contexto que é a linha editorial de um programa de entretenimento”.

Cláudio Ramos reforçou também que o objetivo da televisão é entreter, “criar audiência e lucro” e referiu que ninguém pode condicionar as mulheres que decidem participar num programa deste tipo:

“(…) Não somos ninguém para o fazer. Porque da mesma maneira que há mulheres que resolvem não o fazer, e o mundo apoia, o mundo tem a obrigação de respeitar a escolha contrária, desde que seja feita de livre vontade. Portugal não é só Lisboa, Porto ou Coimbra”, frisou.

“As concorrentes e os participantes do ‘Quem quer namorar com o Agricultor’ ou de outro programa têm o direito a estar ali, a fazer as suas escolhas e a deixarem-se apreciar. O espectador tem o direito a gostar, a ver, a avaliar, a estar, a não gostar, a usar o comando para mudar de canal. A liberdade é isto (…)“, garantiu.

Defendendo todas as pessoas que participam neste tipo de formatos, o cronista social escreveu de seguida:

(…) Cada um de nós tem o direito a decidir o que é melhor para nós e para a nossa vida em determinado momento. Eu tenho quatro irmãs, livres, independentes, profissionais bem sucedidas, com belíssimos valores, que não ficariam piores se participassem no programa e muito menos se assistirem todos os dias a ele.”

No final, Cláudio Ramos rematou:

“Estamos a entreter Portugal numa escolha livre. Desculpem, mas é o que eu acho. Não sou nem burro, nem machista, nem quero regredir no tempo. Digo eu que tenho irmãs, uma filha, uma mãe e 45 anos. Mesmo que não se concorde com a minha opinião, é preciso respeitá-la., assim como às livres escolhas de cada um. Certo?”.

Lê o post na íntegra aqui.

Tenho 21 anos e sou formada em Comunicação. Apaixonada pelos media, acabei o curso e comecei a escrever aqui logo de seguida... Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

TRENDING