Segue-nos

Famosos

Cláudio Ramos responde a Carolina Deslandes: “Se não fosse as suas polémicas quem é que falava da Carolina Deslandes?”

Cláudio Ramos vai mais longe e ‘atira’: Ainda a menina andava a passear nos ‘tintins’ do pai, já eu trabalhava. Há 40 anos, minha querida, um beijinho grande”

Publicado

em

instagram

Não são de agora as acusações entre Cláudio Ramos e Carolina Deslandes.

Por diversas vezes, Cláudio Ramos, comentador do Passadeira Vermelha, comentou atitudes da cantora, seja nas rede sociais ou em entrevista, como foi ocaso de quando esta, no Alta-Definição, falou sobre o seu amor e a vida com Diogo Clemente.

Na altura as palavras de Cláudio também não caíram bem a Carolina Deslandes.

Mas avancemos para a polémica mais recente. A cantora fez um video nas redes sociais onde criticava o comportamento dos portugueses que enchem estádios de cantores estrangeiros que vêm  a Portugal, e não fazem o mesmo com uma mão cheia de artistas portugueses.

Mais uma vez no Passadeira Vermelha, Cláudio Ramos comentou o video de Carolina e, desta vez, a cantora não aguentou e fez questão de lhe responder também, em video:

“Cláudio, estás bom? Como é que tu estás? Gostas imenso de falar de mim, está na altura de eu te responder…”, começou por dizer no video que podes ver aqui:

Ontem, Cláudio Ramos deu a resposta à cantora sobre as suas palavras no video e, com muita ironia, “atacou” Carolina Deslandes e o seu comportamento:

“É assim, vamos tentar perceber a linguagem, meu anjinho, vamos tentar falar uma linguagem para que a  Carolina entenda de forma clara, concisa sem alarmes, nem alarido. Não quero amanha “Cláudio responde a Carolina Deslandes”, não.. que eu já ando há muito tempo a dar de comer a muita gente.”, começa por dizer.

O comentador avança com explicações sobre o que é o seu trabalho, sempre num tom irónico, onde trata a cantora por você e  desfazendo todas as acusações:

“É o seguinte minha amiga, pessoa que eu muito estimo e prezo o seu trabalho de compositora e cantora, sempre enaltecido aqui pelos meus colegas do passadeira vermelha (…) divido, com eles a opinião, que de facto é belíssima compositora  extraordinária cantora.”, explica e adianta acusando Carolina de ter começado o leque de comentários e acusações.

Queria no entanto dizer que, quando diz para eu parar de falar da vida dos outros, foi a menina que começou. Eu estava sossegado na minha casa, quando de repente me deparo com um video, que esta equipa manda, para nós comentarmos. Um video que a menina tinha feito sobre a vida dos outros. E quem eram os outros? Os seus amigos, ou inimigos, ou conhecidos ou simples comuns mortais que tinham ido ver um concerto do Ed Sheeran.”

Sem nunca ser interrompido pelos colegas e com câmara focada em si, continua defendendo a sua opinião sobre o assunto do video e do apoio aos artistas portugueses:

 “A menina enervou-se enalteceu a grandiosidade de nós termos de apoiar os nossos.”

No entanto, o comentador acusa a cantora de alguma hipocrisia, referindo que a música no nosso país não é apenas aquela que os seus amigos fazem : “Nunca vi a Carolina num concerto do Tony Carreira, mas se quiser, mande uma fotografia, nunca vi a Carolina Deslandes num concerto do Marco Paulo, mas se quiser, mande uma fotografia, (…) e noutros cantores que tais. Está bem?! Porque assim é que nós podemos olhar e perceber… o mundo da canção vai muito além daquela que os nossos amigos fazem, que são todos extraordinários, porque eu também já fui a todos esses concertos.”

O vizinho mais famoso do país continua, mantendo o registo e continuando a ironizar, explicando a Carolina em que consiste o seu trabalho.

“Há uma coisa que era muito importante percebermos os dois, O Cláudio comentador e a Carolina faladora.. porque estou aqui na opinião de comentador e a menina está aí na opinião de faladora não é? porque quando está a cantar ou a compor, eu não posso dizer nada porque é exímia(…)  Agora no meu papel de comentador a minha obrigação, que é isso que não percebe, mas não é caso raro, não esteja preocupada…as pessoas esquecem-se que um comentador comenta, não é preciso ler muitos livros para saber isto…”, diz.

Duro nas palavras, Cláudio Ramos atira ainda que Carolina até pode criticar o seu trabalho e dos seus colegas, no entanto, considera que se não fosse o que eles dizem ali no programa que gera polémica muitas vezes, a cantora não era tida nem achada na imprensa portuguesa.

“Minha querida amiga, sejamos honestos, francos, olhos nos olhos, enfrentemos o touro pelos cornos,  se não fosse as suas polémicas na internet, quem é que da nossa imprensa falava da Carolina Deslandes? Eu não faço ideia, aqui, neste programa que o alinhamento não sou eu que escolho, porque se fosse, lhe garanto, não calçava cá, o alinhamento não sou eu que escolho, é só falada a Carolina Deslandes, pelos assuntos polémicos da internet, eu não tenho culpa, não sou eu que escolho.”

O comentador termina com palavras direccionadas não só a Carolina como também a todos os que criticam o que faz, recorrendo sempre à acusação de fútil:

“Não há nada aqui, não há um ataque, aqui ninguém neste programa nunca ninguém nunca ninguém disse que a Carolina Deslandes é gorda, que a Carolina Deslandes canta mal…que compõe mal que não sabe falar…  Eu estou um bocadinho farto, desta coisa meio..fácil de achar que mandar o Cláudio ler ou mandar o Cláudio falar inglês, ganham pontos, nao ganham, queridas, não ganham. Ainda a menina andava a passear nos ‘tintins’ do pai, já eu trabalhava. Há 40 anos, minha querida, um beijinho grande”

 

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

TRENDING