Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Cláudio Ramos com saudades de viajar: “Acordei hoje com a sensação de prisão…”

PUBLICIDADE

Cláudio Ramos confessa que as viagens são um investimento, e que já sente saudades de fazer…

Publicado

em

Por

Cláudio Ramos / Instagram

Cláudio Ramos é o apresentador do momento na televisão portuguesa.

PUBLICIDADE

Mas apesar do seu sucesso na condução do BB 2020,  o programa do ano para a TVI que lhe tem valido inúmeros elogios, Cláudio Ramos está em isolamento como todos os portugueses e, por isso mesmo, dois meses depois começa a reflectir-se a necessidade de voltar a fazer o que era quase uma rotina na sua vida, viajar.

O apresentador usou as redes sociais para mais um desabafo sobre o que esta pandemia lhe retirou, ou obrigou a adiar:

“Este ano as viagens deverão ser feitas todas cá dentro. Eu já as faço muito não me custa nada. Mas acordei hoje com a sensação de prisão por não podermos agarrar em nós e ir. Simplesmente ir.”, começa por revelar.

Cláudio Ramos aconselha e assume as viagens como algo que deveria fazer parte da vida, principalmente pelo que oferecem:

PUBLICIDADE

“Viajar é o melhor investimento que podemos fazer. Conhecer outra ruas, outras culturas, outras formas de acordar de adormecer. Outras maneiras de ver o mundo. Outra gastronomia.”, lê-se.

Fascinado pelo conhecimento que as viagens lhe oferecem, Cláudio Ramos confessa que o que mais gosta e mais retira dos locais que visita, seja onde for, são as diferentes vidas, rotinas e hábitos dos locais.

“Na viagem fascina-me sempre o conhecer das rotinas. …Só estar a olhar. Gosto de andar sem destino e sem o compromisso absurdo de correr e fazer uma fotografia num lugar célebre porque foda a gente o faz. Se não for não fui… prefiro gozar a rua”

View this post on Instagram

… Este ano as viagens deverão ser feitas todas cá dentro. Eu já as faço muito não me custa nada. Mas acordei hoje com a sensação de prisão por não podermos agarrar em nós e ir. Simplesmente ir. Viajar é o melhor investimento que podemos fazer. Conhecer outra ruas, outras culturas, outras formas de acordar de adormecer. Outras maneiras de ver o mundo. Outra gastronomia. Na viagem fascina-me sempre o conhecer das rotinas. Os amigos gozam comigo porque procuro esplanadas para estar. Só estar a olhar. Gosto de andar sem destino e sem o compromisso absurdo de correr e fazer uma fotografia num lugar célebre porque foda a gente o faz. Se não for não fui… prefiro gozar a rua. Vagarosamente! Hoje, acordei com saudades de ir livremente e com a tremenda sensação que até agora não fui tudo o que deveria ter ido e com medo de não o podermos fazer tão depressa! . Bom dia meus amigos! #euclaudio #claudioramos

A post shared by Claudio Ramos (@claudio_ramos) on

PUBLICIDADE

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para analeao@hiper.fm

COMENTÁRIOS

TRENDING