Segue-nos

Lifestyle

Chinesa viaja 2.400 Km para salvar 100 cães

Publicado

em

Yulin, uma cidade no sul da China, celebra o solstício de verão, fazendo um festival que envolve o abate e o consumo de 10.000 cães. Chocante: sim, para nós é. Para muitos chineses não.

Mas, nem todos na China apoiam este tipo de práticas: Yang Xiaoyun, professora aposentada, de 65 anos, tem um abrigo de animais em Tianjin. Ela viajou mais de 2.400 quilómetros, e gastou cerca de 1.000€ para salvar 100 cães da morte certa.

Certas zonas da China (sobretudo no Sul) têm tradições que envolvem o consumo de carne de cão. O “Yulin Festival” deste ano, realizado a 20 de junho, atraiu a ira por parte da comunidade internacional, usando o hashtag #stopYulin2015 para mostrar a condenação ao festival.
Ativistas na China, também têm reagido, acusando os organizadores do festival de crueldade desnecessária e tortura.

Embora a discussão na China sobre esta tradição continue a gerar controvérsia, é bom perceber que há pessoas, como Yang, que passam das palavras aos actos.

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING