Segue-nos

Famosos

Catarina Furtado indignada com estado dos cães de João Moura: “Não nos podemos calar…”

A apresentadora mostrou-se revoltada com o caso…

Publicado

em

Por

Reproduções | Instagram

O cavaleiro tauromáquico João Moura foi acusado de maus tratos a animais na semana passada. O cavaleiro foi detido pelas autoridades para prestar declarações e o caso gerou uma onda de indignação nas redes sociais.

João Moura defendeu-se das acusações dizendo que nunca tratou mal os cães em causa, 18 galgos que foram encontrados em estado de má nutrição na herdade do cavaleiro, em Monforte.

A apresentadora da RTP Catarina Furtado mostrou-se indignada com o estado dos cães do cavaleiro João Moura, e publicou um texto de revolta nas redes sociais:

“Não há desculpa para as notícias de maus-tratos e negligência que 18 cães estavam viver em casa do cavaleiro João Moura”, começa por escrever Catarina Furtado.

“E muito provavelmente existirão muitas mais situações destas pelo país e no mundo! Não nos podemos calar”, revela ainda.

Há dias li uma notícia de um menino mexicano que foi entregar a uma associação de animais o seu cão amigo, numa caixa e com um recado a pedir que tratassem bem o seu companheiro já que ele tinha medo que um dia o seu pai o matasse com os pontapés que muitas vezes lhe dava: (Deixou-lhe um brinquedo seu para que o cão não se esquecesse dele). O que é mais complicado: Perceber que os animais sentem ou que há gente que não sente mesmo nada?”, conclui.

View this post on Instagram

Não há desculpa para as notícias de maus tratos e negligência que 18 cães estavam viver em casa do cavaleiro João Moura. E muito provavelmente existirão muitas mais situações destas pelo país e no mundo! Não nos podemos calar. Há dias li uma notícia de um menino mexicano que foi entregar a uma associação de animais o seu cão amigo, numa caixa e com um recado a pedir que tratassem bem o seu companheiro já que ele tinha medo que um dia o seu pai o matasse com os pontapés que muitas vezes lhe dava:(. Deixou-lhe um brinquedo seu para que o cão não se esquecesse dele. O que é mais complicado: Perceber que os animais sentem ou que há gente que não sente mesmo nada??? Aqui está o meu Mandela com uma diferença de 5 meses!! Vejam as duas fotografias!! Bem crescido, não? #ajudemasassociacoesdeanimais #naotratemmalosanimais

A post shared by Catarina Furtado (@catarinafurtadooficial) on

 

.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING