Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Catarina Camacho chora a morte do pai: “O meu maior medo era que ele morresse…”

PUBLICIDADE

A apresentadora da RTP fez um longo e emotivo desabafo no Instagram…

Publicado

em

Catarina Camacho/Instagram

Catarina Camacho recorreu ontem à sua página de Instagram para comunicar o falecimento do seu pai. A apresentadora da RTP fez um longo desabafo na rede social, que emocionou os seguidores com várias palavras de força e de condolências.

PUBLICIDADE

Ele tinha medo de morrer. Eu não lhe dizia, mas o meu maior medo era que ele morresse. Lembro-me de ser pequena, de acordar a meio da noite sempre com a mesma preocupação. Estaria a dormir? Ia silenciosamente até ao quarto dele e assegurava-me que respirava. Depois, acabava por adormecer de cabeça encostada ao peito, embalada pelo ritmo daquele coração atlético (na altura)“, escreveu.

Sou filha única. Fui claramente a menina do papá. Serei sempre. Com o passar do tempo a inocência própria das crianças vai-se perdendo e a vida deixa de se apresentar ‘tão mágica’. Verdade? Sempre tivemos muitas discussões, daquelas feias onde se escolhem palavras más e erradas. ‘Lá estão vocês com esses feitios de leões orgulhosos’, dizia a minha mãe. E depois, com o mesmo coração de leão, desmanchávamo-nos em sorrisos e de abraço apertado fazíamos as pazes. ‘tréguas até à próxima briga’ rematávamos em tom de brincadeira“, acrescentou.

Ele tinha tanto medo de morrer. Eu tinha tanto medo que ele morresse e não lhe dizia. Dá-me a mão. E assim ficávamos até o medo passar. Ele tinha medo de morrer… e morreu. Morreu sem mim, sem mãos dadas a ninguém, sem aviso. Foi-se. Num só sopro. O meu pai morreu. Morreu o meu pai. Pai tu morreste mesmo? (Tenho que repetir isto muitas muitas vezes porque… dias depois ainda me custa a acreditar)“, concluiu.

PUBLICIDADE

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING