Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Carolina Deslandes fala sobre separação: “Não sei o que é imaginar uma vida sem o Diogo”

PUBLICIDADE

Em conversa com Maria Cerqueira Gomes, Carolina Deslandes falou sobre a separação com Diogo Clemente, e ainda sobre o autismo do filho…

Publicado

em

Por

Carolina Deslandes/Instagram

Este sábado, 16 de janeiro, a primeira convidada de Maria Cerqueira Gomes em ‘Conta-me’, na TVI, foi Carolina Deslandes. Numa conversa intimista, a artista abriu o livro da sua vida. Carolina Deslandes falou sobre a separação com Diogo Clemente e ainda sobre o transtorno do espectro do autismo do filho, Santiago.

PUBLICIDADE

Carolina Deslandes e Diogo Clemente, pais de três filhos, Santiago, Benjamim e Guilherme, separaram-se em setembro de 2020. A artista revelou o que causou o término da relação: “Passámos por esta caminhada toda com muito trabalho, com um tempo limitadíssimo a dois. Quando olhámos um para o outro éramos pessoas diferentes e não conseguimos encontrar um meio termo a nível conjugal”.

Acho que nós nos fomos despedindo. É como tu mudares de casa com tempo. Despedimo-nos sem consciência de que estávamos a fazê-lo”, explica.

No entanto, os dois mantém uma relação de amizade muito próxima. “Nem te sei dizer o que é imaginar a minha vida sem o Diogo… Nem quero. Estamos os dois mais próximos que nunca, com mais cuidado um com o outro”.

E quanto à possibilidade de os dois se virem a afastar quando um deles assumir outro relacionamento, a cantora mostra-se tranquila e confiante.

PUBLICIDADE

Outro assunto de conversa foi o filho mais velho de Carolina Deslandes e Diogo Clemente, Santiago, de quatro anos, que sofre de autismo. O transtorno acarretou novos desafios à vida da cantora. “O meu filho tem uma compreensão do mundo muito sensorial”, refere, explicando que foi um processo complexo de aprendizagem.

“O meu filho obrigou-me a demorar a olhar para as coisas, a perceber as coisas, o cheiro das coisas. A primeira coisa que o meu filho faz quando conhece alguém é aproximar-se da pessoa e cheirá-la e isto parece uma coisa estapafúrdia mas não é. Conhecer uma pessoa é estimulares todos esses sentidos”, explica.

O que Carolina Deslandes mais teme é que o filho venha a sofrer de preconceito: Qualquer criança que tenha uma coisa diferente há o objetivo de ela um dia ser normal. Eu não quero que o meu filho seja normal, quero que o meu filho seja ele e que nunca tenha esse peso sobre ele”.

COMENTÁRIOS

TRENDING