Segue-nos

Famosos

Carolina Carvalho emocionada ao falar da doença da irmã

“Tentei sempre não chorar…”

Publicado

em

Carolina Carvalho / Instagram

Carolina Carvalho foi a convidada de mais um ‘Alta Definição‘, na SIC. Numa conversa emotiva e cheia de revelações, a atriz, de 24 anos, falou de uma fase particularmente difícil da sua vida quando a irmã, Simone – na altura com apenas 8 anos – foi confrontada com uma leucemia.

Foi com emoção e de lágrimas nos olhos que Carolina abordou tema tão delicado.

“Quando eu tinha quinze anos foi diagnosticada Leucemia a uma das minhas irmãs (Simone). Nós sempre fomos uma família muito feliz e muito próxima e foi uma coisa que aconteceu muito de repente. Quando lhe foi diagnosticado leucemia já estava num estado muito avançado. Ela teve que começar os tratamentos imediatamente e foi um grande choque para todos nós” começou por dizer revelando que os tratamentos e recaídas acabaram por marcar esses anos dramáticos da sua vida.

“A minha mãe sempre nos ensinou que o amor vence tudo mas há certas coisas que não estás preparado nunca. Lembro-me de querer apoiar os meus irmãos e de estar muito próxima deles nessa fase mas eu própria sentia-me muito frágil. Quando a minha irmã teve que ficar no quarto do isolamento e só a podíamos ver por um vidro… ela praticamente já não falava e lembro-me de estarmos todos de mãos dadas, do outro lado do vidro, a vê-la e, de certa forma, preparas-te para que ela pudesse partir” revelou entre lágrimas.

Durante a entrevista, a actriz de ‘Golpe de Sorte’ revelou também que, para além da irmã, a avó paterna também adoeceu. Igualmente com um cancro.

“Tentei sempre não chorar e não mostrar parte fraca porque sentia que tinha que tinha de ser a forte. Houve dias em que foi muito difícil até porque nessa fase a minha avó descobriu que tinha um cancro do colo do útero. Estava uma no piso de cima, outra no piso de baixo. Uma a fazer radioterapia e outra quimioterapia. Foram três anos muito difíceis.

A avó de Carolina acabaria por morrer, mas a irmã, hoje com 18 anos, ficou bem e actualmente continua a fazer exames de acompanhamento e de rotina.

.

Sou jornalista desde sempre, diria. Comecei na rádio, no tempo em que ‘explodiram’ as rádios locais. Mais tarde, o ‘bichinho’ do jornalismo regressou e eu voltei, desta vez para as revistas. Trabalhei 11 anos na Media Capital, na revista Lux. Gosto de artistas: actores, actrizes, cantores, gente da televisão… E gosto de escrever sobre eles, de conhecer o seu outro lado. Sou jornalista de formação, tenho a Carteira de Jornalista desde 1993 e isto é o que faço e farei. Para o resto da vida. Provavelmente.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING