Segue-nos

Actualidade

Carles Puigdemont presente na segunda-feira a um juiz para identificação

O ex-presidente do Governo Regional da Catalunha, detido na Alemanha junto à fronteira com a Dinamarca, vai ser presente na segunda-feira a um juiz para confirmação da identificação.

Publicado

em

Berlim, 25 mar (Lusa) – O ex-presidente do Governo Regional da Catalunha Carles Puigdemont, detido hoje na Alemanha junto à fronteira com a Dinamarca, vai ser presente na segunda-feira a um juiz para confirmação da identificação, anunciaram hoje as autoridades alemãs.

“O objetivo será apenas o de verificar a identidade da pessoa detida. O Tribunal Regional de Schleswig-Holstein, em Schleswig, terá depois de decidir se o Sr. Puigdemont deve ser detido para ser entregue a Espanha”, refere um promotor público alemão, em comunicado, citado pela agência de notícias francesa AFP.

Carles Puigdemont foi detido numa autoestrada alemã pelas 11:00 locais (cerca de 10:00 em Lisboa).

O jornal El Pais diz que a detenção ocorreu no estado de Schleswig-Holstein, o único que faz fronteira com a Dinamarca.

A detenção de Carles Puigdemont ocorreu na sequência de um mandado de detenção europeu e internacional emitido pelo Supremo Tribunal espanhol.

Ainda de acordo com a EEF, a procuradoria-geral espanhola está a realizar “intensas negociações” com o Ministério Público alemão e a Eurojust (organismo europeu que se dedica à coordenação e cooperação judicial entre Estados-membro) com o objetivo de disponibilizar toda a documentação e material necessários para tornar eficazes os mandados de detenção contra o antigo presidente catalão.

O Supremo Tribunal espanhol decidiu na sexta-feira aplicar prisão efetiva sem fiança a cinco políticos independentistas catalães, acusados de delito de rebelião, no quadro da tentativa de criação de uma república independente na Catalunha.

Carles Puigdemont, ex-presidente da Generalitat, refugiado há alguns meses na Bélgica, deslocou-se nos últimos dias a Helsínquia para dar uma conferência, no âmbito da internacionalização do processo independentista da Catalunha.

JGS // ROC

Lusa

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING