Segue-nos
PUBLICIDADE

Animais

Este cão foi adotado por monges franciscanos, e está a derreter a web

PUBLICIDADE

Publicado

em

Na tradição católica, São Francisco de Assis é o santo padroeiro dos animais e, talvez por isso, seja justo que um dos mais novos seguidores a juntar-se à sua ordem seja, literalmente, um cão.

PUBLICIDADE

O mosteiro franciscano de Cochabamba, na Bolívia, anunciou recentemente que um cachorrinho peludo, chamado Carmelo, tinha-se juntado à sua obra sagrada, onde rapidamente se distinguiu como o seu membro mais bonito.

Em honra da sua nova posição, o cão ainda ganhou um título mais formal: Frei Bigode. Ele também tem o seu pequeno hábito franciscano para usar na sua nova casa.

Antes de ser adotado, Frei Bigode vivia na rua como vadio. Mas agora, como animal de estimação residencial do mosteiro, as coisas não poderiam ser melhores.

PUBLICIDADE

“A vida é dele brincar e correr”, disse o frade Jorge Fernández ao The Dodo. “Aqui, todos os irmãos o amam muito, ele é uma criatura de Deus”.

“Nesta fotografia vemos o irmão Carmelo a pregar aos peixes…”, escreveu o franciscano Kasper Mariusz Kaproń, que publicou pela primeira vez esta adorável foto no Facebook.

PUBLICIDADE

Mais importante ainda: o maior papel de Frei Bigode é ajudar outros cachorros como ele.

A adoção de Carmelo foi possível graças a um grupo de resgate de animais, chamado “Proyecto Narices Frías”, que espera que a sua história sirva de inspiração para mais mosteiros abrirem as portas a animais de estimação carentes.

“Se todas as igrejas do nosso país adotarem um cão, e cuidarem dele como Frei Bigode” , escreveu o grupo num post no Facebook, “temos certeza de que os paroquianos seguiriam seu exemplo”.

Apaixonado por rádio, notícias e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING