Segue-nos
PUBLICIDADE

Televisão

Cândida “atira-se” à produção do ‘Hell’s Kitchen’: “Nunca pensei sofrer ataques pessoais…”

PUBLICIDADE

Em declarações à TV Mais, Cândida “aponta o dedo” à produção do ‘Hell’s Kitchen’…

Publicado

em

Hell's Kitchen SIC/Site

Cândida Batista é uma das 16 concorrentes que faz parte do concurso de culinária ‘Hell’s Kitchen’, que é emitido aos domingos à noite na SIC. Além de ser cozinheira, Cândida também é modelo e chegou a ser capa da Playboy em janeiro de 2020.

PUBLICIDADE

Precisamente por esse motivo, a concorrente falou com a TV Mais e apontou o dedo à produção do ‘Hell’s Kitchen’ pela forma como foi tratada durante o programa.

Nenhum do feedback que recebi durante a minha permanência no programa foi relacionado com as minhas habilidades como cozinheira mas, sim, sobre o meu corpo, por isso já não queria mais estar ali. Nunca ouvi nada parecido na vida real, dentro das cozinhas exigentes pelas quais passei, mesmo sendo um ambiente muito machista. Nunca pensei sofrer ataques pessoais, assim num nível de misoginia tão absurdo, no mundo da televisão“, começou por explicar.

Não vi pressão séria. Achei tudo extremamente encenado […] O chef mencionou o desperdício de comida e é um facto público que Hell’s Kitchen não é um restaurante real em pleno funcionamento e sim um show de televisão. Então não há destino apropriado para o que não foi servido. Aparas e sobras em condições de serem aproveitadas geralmente vão para o brunch, a do dia. Achei extremamente desnecessário todo o teatro“, acrescenta.

Sobre a relação com o chef Ljubomir Stanisic, Cândida recusa-se a comentar para já: “Só respondo no fim do programa“.

PUBLICIDADE

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING