Animais

Cachorro nasceu sem as pernas da frente, e ia ser abatido, até que este anjo o adotou

Quando Nubby tinha apenas quatro horas de idade, um veterinário sugeriu que ele fosse abatido.

O cachorro tinha nascido sem as patas dianteiras. E apesar de a mãe não o ter rejeitado, Nubby não tinha força para passar à frente dos irmãos na hora de comer.

“Os irmãos estavam a empurrar o Nubby para fora do caminho. Ele teria morrido”, disse Lou Robinson, a nova “mãe” de Nubby, ao The Dodo.

“Ele veio para casa comigo.”

Robinson é um voluntária no resgate de animais em Houston, Texas, e fundadora de um grupo chamado Warriors Educate About Rescue, através do qual Robinson ensina aulas sobre como cuidar de animais.

Nubby, por utras palavras, está em muito boas mãos. E, freqrentemente, num bom ombro, aquele ombro do marido de Robinson, Mark.

O casal pesquisou tudo o que pôde para descobrir como manter este cachorro recém-nascido vivo.

Eles aprenderam, por exemplo, que Nubby teria que ser alimentado em biberão, com uma inclinação específica, para se certificar de que a fórmula não seria inalada para  os pulmões, causando pneumonia por aspiração.

Os dias foram passando e Nubby estava a responder bem. OS olhos se abriram, assorelhas desenvolveram-se, e ele começou a encontror sons, cheiros e vozes.”

Mas, numa tarde de sexta-feira, pouco mais de três semanas depois de ter chegado a casa, as coisas mudaram para pior.

Nubby estava a espirrar, e não parecia querer comer. Ele estava soprar bolhas de leite do nariz.

Foi levado ao veterinário, e os raios-X revelaram que Nubby não apenas teve a pneumonia temida, etinha uma forma de bolsa no esôfago que estava a aprisionar o leite”, diz Robinson.

Depois de tomar antibióticos, e de ter lutado pela vida, Nubby está agora de volta a casa, novamente, e bem de saúde.

COMENTÁRIOS

To Top