Segue-nos
PUBLICIDADE

Animais

Cachorro abandonado no caixote do lixo de uma mesquita, foi salvo por acaso

PUBLICIDADE

Publicado

em

Tudo aconteceu no fim de semana passado, quando uma mulher, que passeava o seu cão durante a manhã de sábado, ouviu algo estranho, que lhe pareceu um latido. Chamou, de imediato, responsáveis do controle animal.

PUBLICIDADE

Poucos dias depois de ter sido transportado ao veterinário para que fosse verificado o seu estado de saúde, Oscar – o nome que ganhou entretanto – está agora para adoção no abrigo da mesquita onde foi encontrado.

Os responsáveis de controle animal não sabem quem o poderá ter deixado no lugar onde foi encontrado. Com uma temperatura demasiado elevada dentro da mesquita, os responsáveis afirmam, apenas, estarem satisfeitos por alguém ter encontrado o pobre animal…

Oscar encontra-se bem de saúde e está prestes a ter uma casa nova. Em declarações à Fox4, Morgan Ramsey, responsável de controle animal, afirma: “Dei-lhe o nome de Oscar a propósito da personagem da Rua Sésamo que também vive dentro do lixo. Apesar, contudo, de não ter o ar zangado dessa personagem, porque é um cão feliz…

Morgan Ramsey foi o primeiro a dirigir-se ao local, quando os responsáveis de controle animal foram chamados pela senhora, ali residente, que passeava o seu cão na rua.

PUBLICIDADE

Jeanne Saadi, um dos responsáveis do abrigo da mesquita afirma: “A senhora passou pela mesquita e ouviu algo estranho… Quando abriu o lixo viu que estava um cachorro lá dentro!”

Oscar tem apenas três meses de vida e é possivelmente, segundo alguns empregados da mesquita, arraçado de pit bull.

PUBLICIDADE

“Ele parecia estar um pouco aliviado por ver alguém que o conseguisse tirar do lixo”, refere Morgan Ramsey.

“Não havia água para ele, ele estava num lugar onde faz muito calor, fechado, e cujo destino nunca é bom…”, refere o responsável da mesquita, Jeanne Saadi. “Não queremos fazer juízos de valor, não queremos acreditar que se trata de um ato com malícia… Queremos apenas ter a certeza que ele tem um futuro melhor”, acrescentou.

Os responsáveis pelo abrigo da mesquita pretendem, com este caso e acima de tudo, alertar para que nada semelhante volte a acontecer e para que, caso as pessoas não queiram ficar com os seus cães, os coloquem ali para uma futura adoção. “O feedback à nossa história tem sido fantástico e é nisso que nos devemos focar…”, explica o responsável pelo abrigo da mesquita.

Oscar tem, entretanto, algumas famílias interessadas na sua adoção, desde que a sua história foi publicada no Facebook. A lista conta com cerca de 8 famílias, já!

PUBLICIDADE

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING