Segue-nos

Famosos

Bronca: Maria Vieira arrasa Fernanda Serrano após vídeo polémico: “Absolutamente miserável!”

PUBLICIDADE

Após partilha polémica, Fernanda Serrano recebeu duras críticas de Maria Vieira…

Publicado

em

Por

Reproduções | Instagram

Fernanda Serrano partilhou recentemente um vídeo ‘polémico’ nas redes sociais, onde  mostrava uma “gravação” de uma suposta chamada para o SNS24 onde numa das opções podia ouvir-se: “Se está a pensar votar no CHEGA, prima uma tomada eléctrica com os dedos molhados»!!!”.

PUBLICIDADE

Maria Vieira, apoiante pública do CHEGA, reagiu nas redes sociais e arrasou a atriz: “Esta mulher chama-se Fernanda Serrano e é conhecida por fazer folhetins televisivos de terceira categoria”.

“Acontece que recentemente esta fulana resolveu partilhar um vídeo no Instagram onde se ouve a voz da linha nacional de saúde a dizer o seguinte: «Bem-vindo ao SNS24. Se testou positivo á Covid-19, prima 1. Se está a pensar votar no CHEGA, prima uma tomada eléctrica com os dedos molhados»!!!” – recordou.

A comediante e atriz mostrou-se revoltada com a partilha de Fernanda Serrano: “Eis que aparece esta sirigaita a desejar a morte por eletrocussão a essa generosa fatia da população portuguesa que é CHEGA…”.

“Dando a entender que ela gostaria de executar dessa forma fofinha todos esses portugueses, como se os mesmos tivessem sido condenados à morte num qualquer país onde esse tipo de condenação, que ela certamente repudia, esteja em vigor!!!” – destacou.

PUBLICIDADE

Maria Vieira não se poupou nas palavras e continuou: “É esta gente absolutamente miserável que entra pela casa das pessoas adentro através das pantalhas televisivas (as mesmas pantalhas televisivas que passam a vida a mentir e a tentar prejudicar o CHEGA e o seu presidente) fazendo telenovelas deprimentes e idiotas”.

“Dando entrevistas em programas não menos idiotas das manhãs e das tardes onde regurgitam pormenores das suas vidas privadas e onde, hipocritamente, manifestam o seu amor fofinho pelo próximo e a sua tolerância por tudo e mais alguma coisa, a não ser que essa coisa não lhes agrade ou não lhes encha o fundo das costas com o dinheiro de quem trabalha!”” – acrescentou ao longo texto.

Colocando-se hipoteticamente no lugar de Fernanda Serrano, Maria Vieira questiona o que teria sido feito e dito caso a partilha tivesse vindo da sua parte, contra qualquer outro partido político e no fim, garante: “Esta gente do capeta está aflita porque sabe que a partir do próximo dia 30 de Janeiro muitas coisas vão mudar em Portugal”.

PUBLICIDADE

Ora veja:

COMENTÁRIOS

TRENDING

v