Segue-nos
PUBLICIDADE

Mundo

Brasil: fotografia de menino negro, “sozinho” na multidão, levanta debate sobre racismo

PUBLICIDADE

Publicado

em

Uma imagem captada pelo fotógrafo Lucas Landau, durante o fogo de artifício, na famosa passagem de ano de Copacabana, no Rio de Janeiro, ficou viral nas redes sociais, e tem levantado o debate sobre pobreza, descriminação e racismo.

PUBLICIDADE

Na imagem, um menino de calções, no mar, olha para o céu, afastado da maioria das pessoas, vestidas de branco e abraçadas, na areia.

“Como a foto está sendo bem divulgada, acho válido contextualizar: eu estava a trabalho, fotografando as pessoas, assistindo aos fogos em Copacabana. Ele estava lá, como outras pessoas, encantado. Perguntei a idade, nove, e o nome, mas não ouvi por causa do barulho. Como ele estava dentro do mar (que estava gelado), acabou ficando distante das pessoas. Não sei se estava sozinho ou com família”, escreveu o fotógrafo na publicação que fez no Facebook, e que ficou viral.

A explicação do fotógrafo foi feita depois de várias interpretações da cena pelos internautas. “Uma das leituras possíveis, a mais aparente, sintetiza a exclusão social e o racismo no Brasil de hoje. Por isso a foto é forte e impactante”, escreveu uma utilizadora.

PUBLICIDADE

“Se o menino fosse branco ninguém ia ver o contraste, nem achar que ele era pobre, ou até um menino de rua. Eu vi na foto um menino negro, sentindo frio na água, admirando os fogos”, comentou outra internauta.

Lucas Landau lembra que a fotografia dá margem para várias interpretações:

“Todas legítimas, ao meu ver. Existe uma verdade, mas nem eu sei qual é. Queria conhecer o menino e estou procurando a sua família”, disse o fotógrafo ao site UOL.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING