Segue-nos
PUBLICIDADE

País

Braga: aluna filmou lagarta viva em prato de comida na cantina

PUBLICIDADE

Publicado

em

Depois do frango cru, servido na cantina de uma escola da grande Lisboa, surge hoje um vídeo publicado nas redes sociais por uma aluna da Escola André Soares, em Braga, onde se pode ver uma lagarta viva a “passear” num prato onde foi servido arroz, peixe e salada.

PUBLICIDADE

A aluna Sofia Góis, que publicou o vídeo no Facebook, e que já tem vários milhares de visualizações, deixou um apelo:

“Só quero deixar aqui uma das coisas que se encontra na cantina da escola André Soares em Braga, só gostava que isto chegasse a imensas pessoas para verem o que ‘nós’ comemos na cantina da escola.”

O caso já motivou até uma reacção da Associação de Pais, que publicou nas redes sociais a carta que enviou à directora da escola, dando conta da sua preocupação:

Em resposta à carta, a directora do estabelecimento de ensino refere que “de facto, estas situações não podem acontecer. A escola tem responsabilidade no que diz respeito à garantia de cumprimento das regras de higiene, e à denúncia de situações irregulares e que colocam em causa a saúde e bem estar dos seus alunos.”

PUBLICIDADE

A directora garante ainda que as refeições são alvo de inspecções regulares: “Periodicamente, o Programa de Salubridade Alimentar nas Cantinas Escolares, da ARS Norte, do SNS e do ACES Braga, inspecionam as condições de funcionamento e emitem relatório assinado pelo Técnico de Saúde Ambiental.

E dá uma justificação para o caso, acusando a empresa responsável de não colocar ao serviço o número de funcionários contratualizado:

“A situação da alface mal lavada, é o reflexo da falta de funcionários que a empresa tem ao serviço do refeitório. Foi feita a devida chamada de atenção, o cuidado que se deve ter com a higiene dos alimentos. A empresa responsável, UNISELF, contratada pelo Ministério da Educação, deve rever os seus procedimentos no que respeita ao serviço de refeições. Principalmente, deve colocar ao serviço o número de funcionários contratualizado, o que não acontece a maior parte dos dias.”

PUBLICIDADE

Como conta o jornal Público, na semana passada 60 cantinas de escolas da região Norte foram encerradas devido à greve dos trabalhadores da Uniself, que exigem ao Ministério da Educação que obrigasse a empresa cumprir o caderno de encargos.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING