Segue-nos

Animais

Beetie, a gatinha “guerreira” que nasceu com duas caras, e está a derreter as redes sociais

“Ela é maravilhosa. Eu olho para ela e continua a não acreditar que ela não é real…!”

Publicado

em

Por

Quando uma mãe gata de Eastern Cape, na África do Sul, deu à luz na semana passada, a sua dona ficou surpreendida…

Depois de olhar bem para todos os gatinhos, a dona percebeu que uma das gatinhas recém-nascidas, mais tarde apelidada de Bettie Bee, tinha, na verdade, nascido com duas caras: dois narizes, duas bocas e três olhos, fruto de uma condição, a Disprosopia, também conhecida como duplicação craniofacial, uma doença congénita extremamente rara, onde partes ou todo o rosto são duplicadas até um certo grau, sendo o resto do corpo normal.

Apesar da condição de saúde, e de Bettie Bee ser saudável, tornava-se difícil conseguir alimentar-se, uma vez que tinha duas bocas.

A dona percebeu, então, que tinha de encontrar quem a ajudasse. Foi quando encontrou uma resgatadora local com experiência em gatos com cuidados especiais, que se disponibilizou em ajudar a gatinha de imediato.

“Ela nasceu a 12 de dezembro e eu fui buscá-la na manhã seguinte”, explica a resgatadora em declarações ao The Dodo.

“Eu levei-a ao veterinário no próprio dia, e a opinião do especialista foi a de que devíamos abatê-la. Mas ela foi, logo no primeiro dia, muito lutadora e nós quisemos dar-lhe uma oportunidade. Tem estado a lutar, desde então”, acrescentou.

Agora, com uma semana de vida, foi o suficiente para ‘roubar’ o coração de quem lhe salvou a vida. É, aliás, o quem feito com quem se cruza com as suas fotos nas redes sociais… A sua resgatadora tem tantas mensagens e pedidos de amizade a propósito de Bettie Bee que decidiu criar uma página de fãs, onde vai atualizando com fotografias e o seu estado de saúde, à medida que a pequena gatinha vai crescendo.

Apesar de ter algumas dificuldades em amamentar-se de forma natural, a gatinha parece conseguir alimentar-se com leite artificial, através de um tubo e, surpreendentemente, pelas duas bocas! E o mais engraçado é as duas bocas levam realmente o leite até ao estômago, o que significa que se mantém saciada!

A doença de Bettie Bee é rara, mas já foi registada em coelhos, vacas e, até, em humanos. Alguns animais, contudo, ameaçados por esta condição morrem antes do parto ou momentos depois. Outros, conseguem viver vidas felizes! Há registo de um gato com duas caras, o Frankenlouie, que viveu até aos 15 anos! Morreu em 2014.

“Ela é maravilhosa. Eu olho para ela e continua a não acreditar que ela não é real!”, diz a resgatadora, acrescentando: “Estou a levar isto dia a dia, na esperança de que ela continue a lutar e que continue comigo e com o meu marido por muitos anos. É fantástico ver como há tantas pessoas a torcer por ela.”
Segue a conta da gatinha no Facebook e partilha com todos os teus amigos.

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING