Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Artistas indignados com comunicado da Junta da Azambuja: “Claro abuso de poder…”

PUBLICIDADE

Heitor Lourenço, Albano Jerónimo, Guilherme Duarte e Diogo Faro reagiram ao polémico comunicado da Junta de Freguesia da Azambuja…

Publicado

em

Reprodução/Redes sociais

No dia de ontem, a Junta de Freguesia de Azambuja partilhou uma mensagem nas redes sociais que gerou indignação entre os artistas. Tal prende-se no seguimento da manifestação de algumas personalidades do setor em relação à continuidade das touradas e à assinatura de uma carta com cerca de 240 personalidades a pedirem o fim da emissão de touradas na RTP.

PUBLICIDADE

Comunica-se que em todo e qualquer espetáculo que eventualmente venha ainda a realizar-se, este executivo terá em consideração na escolha dos artistas o facto de os mesmos se terem ou não manifestado contra as nossas tradições“, lia-se na publicação da referida Junta de Freguesia, que entretanto foi removida.

Não tardaram a surgir críticas e manifestações de indignação nas redes sociais: “3 de junho de 2021. Vou escrever por extenso: Três de junho de dois mil e vinte e um!!! Aparentemente não posso trabalhar na Azambuja por ter expressado uma opinião por uma causa que para mim sempre fez sentido defender“, escreveu Heitor Lourenço.

Em termos fundamentais somos todos seres humanos, todos com direitos a acreditar e a defender o que faz mais sentido para cada um. Somos todos iguais. A diferença talvez só comece nas ações que praticamos. Acrescento: não sou sou eu o visado mas todos os artistas que assinaram uma carta expressando a opinião contra a emissão televisiva de touradas“, acrescentou o ator.

PUBLICIDADE

Albano Jerónimo reagiu nas stories de Instagram: “Sou contra as touradas e contra o massacre de qualquer animal em prol de uma ‘herança cultural ou tradição’. E aqui, neste claro abuso de poder por parte da Junta de Freguesia da Azambuja, repúdio a sua total ignorância e a sua tentativa de boicote à liberdade de todos os azambujenses. A todos os azambujenses, saibam que serão sempre bem-vindos aos nossos espetáculos“.

Também Nuno Markl manifestou a sua opinião na mesma rede social: “A saga continua. Diria eu: triste do sítio que se defina apenas por uma única coisa. Reparei que o meu post sobre este assunto foi partilhado por várias pessoas da Azambuja que não se revêem nas touradas – nem nas touradas nem na política “ou dizes bem disto ou não metes cá os pés” da Junta“, começou por escrever.

PUBLICIDADE

Dito isto: sendo eu contra a tourada, já actuei em locais onde a tourada é uma das principais actividades (se eu tivesse pruridos com isso não ia a lado nenhum). Quem me convidou sabia a minha opinião sobre o assunto e eu sabia onde estava a ir. Eu vou actuar para pessoas, não vou actuar contra aficionados. Mas creio que todos fomos – como é que se chama aquilo? – ADULTOS, é isso“, acrescentou.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Nuno Markl (@nunomarkl)

Tou? É da Junta da Azambuja? Sim, olhem, é para avisar que a PIDE já não existe, caso não tenham dado conta. Pronto, de nada“, escreveu Diogo Faro, num longo texto no Instagram.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Diogo Faro (@diogofaroidiota)

Também só vai à Azambuja quem mora lá ou quem adormece no comboio“, acrescentou Guilherme Duarte.

PUBLICIDADE

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Guilherme Duarte (@guilhermercd)

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING