Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

António Carvalho divulga vídeo íntimo de Miguel Vicente. Ato é punido com pena de prisão até cinco anos

António Carvalho decidiu expor um vídeo íntimo de Miguel Vicente, num ato que é punido por lei…

Publicado

em

António Carvalho divulga vídeo íntimo de Miguel Vicente. Ato é punido com pena de prisão até cinco anos
Reprodução/Redes sociais

De regresso às redes sociais após uma tentativa de colocar fim à vida, em outubro de 2023, António Carvalho recorreu às stories da rede social Instagram para expor um vídeo íntimo em que Miguel Vicente surge despido e, aparentemente, num ato de masturbação.

Ele gosta de fazer vídeos e manda os seus vídeos para a malta. Há um vídeo dele que anda aí a circular já na Internet e sobretudo circula num canal de Telegram de senhores que gostam de outros senhores“, disse o ex-concorrente do reality show ‘O Amor Acontece’, da TVI.

PUBLICIDADE

Há ali um vídeo dele um bocadinho polémico e eu fiquei na dúvida para quem é que ele terá enviado aquilo. Agora, a dúvida que está: será que o Miguel mandou aquilo? Foi ele que gravou o vídeo, e foi ele que mandou, para uma amiga ou para um amigo? Ou então ele mandou aquilo para uma amiga que também era amiga da Bárbara“, acrescentou António Carvalho, que revelou o vídeo ainda que com censura nas partes íntimas de Miguel Vicente.

Até ao momento, Miguel Vicente não reagiu publicamente, mas a divulgação pública de conteúdos íntimos trata-se de um crime de devassa da vida privada e é um ato punido com pena de prisão até cinco anos.

Segundo a Lei nº 26/2023 publicada em Diário da República, “é punível todo aquele que, sem consentimento, divulgar através de meios de difusão pública generalizada, imagens ou gravações que devassem a vida privada das pessoas através de meio de comunicação social, da Internet ou de outros meios de difusão pública generalizada, de imagens, fotografias ou gravações que devassem a vida privada das pessoas, designadamente a intimidade da vida familiar ou sexual“.

PUBLICIDADE

Além do ato de divulgação de vídeos íntimos ser condenado por lei, as críticas não tardaram a surgir nas redes sociais: “Como é que uma pessoa que tentou pôr termo à vida sabendo e passando pela dor da sua saúde mental é capaz de publicar vídeos íntimos de outra pessoa?“, “Quanto ao vídeo do Miguel acho nojento estarem a partilhar. Fotos/vídeos íntimos não se partilham ponto. A empatia serve para todo o lado“, “Quem fez isto que seja castigado“, “Aquilo que o Tó Carvalhinho está a fazer divulgar vídeos íntimos sem o consentimento pessoal da pessoa não é crime punível com prisão?“, “Meus amores, a divulgação de fotos/vídeos íntimos de alguém é crime. Quer gostem da pessoa ou não. Tenham vergonha na cara” ou “Sugiro que o Miguel acione meios legais“.

TRENDING