Segue-nos

Famosos

Anitta responde à “polémica” da bandeira após comentário de jornalista português

PUBLICIDADE

A brasileira não se conteve e decidiu dar resposta à polémica….

Publicado

em

Por

Anitta responde à “polémica” da bandeira após comentário de jornalista português
Reproduções | Redes sociais

Anitta foi alvo de muitas críticas nas redes sociais depois de na tarde do passado domingo, 26 de junho, ter subido ao palco do “lotado” “Rock In Rio Lisboa” com uma bandeira espanhola na mão.

PUBLICIDADE

Entre as muitas opiniões sobre o tema, o jornalista da CNN Portugal André Carvalho Ramos recorreu às redes sociais para partilhar o seu ponto de vista. Anitta acabou por responder.

PUBLICIDADE

“Porque haverá tanto escárnio em torno de Anitta? Ainda antes do concerto, um repórter em direto passava em revista os artistas que iam tocar nesse dia. De todos – todos homens – elencou um conjunto de sucessos profissionais. Sobre Anitta – mulher – reduziu-a a uma artista que tinha perdido a bagagem com a roupa para o concerto, mas pouco importava porque usava pouca roupa em palco”, atirou o jornalista.

“Anitta está a ser criticada por ter defendido a Amazónia. Também defende os direitos das mulheres, os direitos LGBT e outros mais. Mas o que importa isso ao lado de uma bandeira que segurou durante breves instantes? ‘É burra, não foi às aulas’, li por aí. Ao mesmo tempo criou um império de sucesso, sendo uma das brasileiras com maior projeção internacional”, pode ler-se ainda.

“Além disso, faz – e bem – aquilo que bem entende com o seu corpo. Cresceu por conta própria numa dimensão que pode inspirar tantos outros que hoje ouvem funk da e na favela. Mas, para o tal repórter e outros que tais, é apenas alguém que usa pouca roupa. Até quando vamos continuar com este discurso impune?”, revelou ainda o jornalista.

PUBLICIDADE

Anitta respondeu à polémica: “Li esse texto e resolvi responder aqui. Por que? Porque tudo que estimula mudança ou evolução incomoda (qualquer tipo de mudança). Até quando? (Ele pergunta) até quando eu morrer, claro. Aconteceu igual a rainha Carmen Miranda (aliás, perfeita junção de Portugal e Brasil, mas hoje em dia apenas, pois na época ela era ‘vergonha nacional’). Carmen não aceitava se submeter a ser o que o povo queria para ser amada. Ela queria revolucionar e ser ela mesma sem ‘papinho furado’”, começa por escrever.

Veja aqui:

PUBLICIDADE

Anitta responde à “polémica” da bandeira após comentário de jornalista português
Anitta responde à “polémica” da bandeira após comentário de jornalista português

Anitta responde à “polémica” da bandeira após comentário de jornalista português

COMENTÁRIOS

TRENDING

v