Segue-nos
PUBLICIDADE

Mundo

Agressor expulso do Big Brother Brasil já tinha processo por divulgar fotos de ex-colega

PUBLICIDADE

Publicado

em

Por

O médico Marcos Härter, que foi expulso do ‘Big Brother Brasil 2017’, na última segunda-feira, acusado de agredir a estudante Emilly Araújo, companheira dentro da casa, já tinha problemas na Justiça, mesmo antes mesmo de entrar no programa.

PUBLICIDADE

Um processo da 7ª Vara Cível de São Bernardo, aberto em 2013, acusava o médico de danos morais ao divulgar fotos de uma ex-colega de trabalho numa rede social.

De acordo com o processo, que está em segredo de Justiça, Marcos teria que pagar uma indemnização de R$ 50 mil (cerca de 15.000€) à queixosa, Elaine Cristina Minatti.

O processo estava parado porque Marcos não foi encontrado para receber a notificação de abertura do processo, em 2013.

Marcos foi expulso do “BBB 17”, na última segunda-feira, depois de ser acusado de agredir aEmilly durante uma discussão entre os dois.

PUBLICIDADE

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para analeao@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING