Segue-nos

Big Brother

Afinal, o que se passa com o filho de Tatiana e Rúben Boa Nova? Casal foi “apanhado” a falar com o rebento

A polémica “estalou” depois de Tatiana ter sido “apanhada” a falar ao telefone com o filho. Mas, afinal, o que se passa com o menino?

Publicado

em

Por

Afinal, o que se passa com o filho de Tatiana e Rúben Boa Nova? Casal foi “apanhado” a falar com o rebento
Reprodução | Instagram

A polémica tem dado que falar nas últimas horas fora da casa do “Big Brother”, da TVI. O casal Rúben e Tatiana Boa Nova foi “apanhado” a falar com o filho enquanto estão “em jogo” na casa da Malveira, devido a um ‘descuido’ da produção que permitiu que a conversa fosse ouvida durante a emissão.

As imagens, onde se pode ouvir a conversa entre mãe e filho, foram partilhadas vezes sem conta nas redes sociais, e as críticas não demoraram a surgir, como aqui contámos.

Mais tarde, a Endemol viu-se obrigada a reagir às críticas revelando em comunicado que “a decisão foi devida e previamente acordada, atendendo a condições específicas relacionadas com o bem-estar da criança, após recomendações de especialistas“ e que as conversas dos concorrentes com o filho são “supervisionadas e limitadas“, para impedir que haja “contacto com informações do exterior“, como pode recordar aqui.

Mas, afinal, o que se passa com o filho do casal? O pequeno Lourenço nasceu em dezembro de 2018, e o casal desde cedo lidou com problemas de saúde do menino que nasceu prematuro, às 36 semanas.

Como o pai revelou na “Curva da Vida”, foi necessário recorrer a uma cesariana para realizar o parto, já que o pequeno Lourenço não tinha conseguido dar a volta dentro da barriga da mãe.

“Não foi um bebé fácil, nasceu com displasia da anca, tínhamos de andar com duas e três fraldas para ele não juntar as pernas, tinha o pé côncavo, depois tinha bronquiolite, não conseguia dormir de noite com tantas cólicas… o artista deu trabalho”, confessou o pai.

Mais tarde, e já com um ano e meio de vida, o pequeno Lourenço ainda não falava, o que levou o casal a procurar especialistas: “Ainda não falava com um ano e meio, procurámos médicos e especialistas e cheguei a duvidar. O meu filho poderia não chegar a falar. A pior fase da minha vida, pensar que o meu filho tinha alguma coisa“, confessou.

“Caí, fui abaixo, não queria estar com ninguém, não queria falar com ninguém. Estava apático. Passaram-me muitas coisas más pela cabeça, inclusive pensei na palavra suicídio”, confessou o barbeiro.

Recorde aqui:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Big Brother TVI (@bigbrothertvi)

COMENTÁRIOS

TRENDING