Segue-nos

Famosos

Advogado de Ivo Lucas ‘quebra silêncio’ após sentença: “Está a passar um mau bocado…”

O advogado de Ivo Lucas revelou ainda se vai recorrer após a sentença aplicada…

Publicado

em

Advogado de Ivo Lucas ‘quebra silêncio’ após sentença: “Está a passar um mau bocado…”
Ivo Lucas/Instagram

A leitura da sentença do caso do acidente que vitimou Sara Carreira foi conhecida esta sexta-feira, dia 12 de janeiro. Três dos quatro arguidos (Paulo Branco, Ivo Lucas e Cristina Branco) foram condenados por homicídio negligente e Tiago Pacheco foi condenado a uma pena de multa.

Leia também: Ivo Lucas já conhece a sentença no caso do acidente que matou Sara Carreira. Saiba aqui

À saída do Tribunal de Santarém, o advogado de Ivo Lucas ‘quebrou o silêncio’ sobre a sentença atribuída ao ator e namorado de Sara Carreira na altura do acidente, em dezembro de 202o: “O meu arguido, desde o princípio, que estava pronto para qualquer que fosse o resultado. O Ivo apresentou-se em Tribunal, respondeu ao que lhe foi perguntado. Este é um processo altamente complicado e doloroso“, começou por dizer.

Eu sei que é extremamente complicado, um pai que perde uma filha, eu também sou pai e sei que é extremamente doloroso, mas o meu cliente também está a passar um mau bocado“, revelou o advogado de Ivo Lucas, que indicou também: “Posto isto, estava pronto desde o início e vai reagir quando tiver que reagir“.

Questionado pelos jornalistas se vai recorrer da sentença aplicada, o advogado de Ivo Lucas explicou: “A Meritíssima fez o melhor que podia, tecnicamente era um caso difícil de julgar, não vou pôr isso em causa, eu pessoalmente com aquilo que se reproduziu em julgamento acho que a conclusão está errada e, por isso, muito provavelmente porque ainda não li a sentença, tendo em aquilo que acho que aconteceu durante o julgamento a minha impressão é que vou recorrer“.

O advogado do ator disse por fim: “Acho que o meu arguido e o meu constituinte prestou as declarações que tinha de prestar quando as teve de prestar com verdade. Podia ter inventado histórias, não as inventou, contou exatamente o que aconteceu, ajudou o Tribunal como pôde e vou recorrer porque é daquelas coisas: Deus até castiga, mas não castiga duas vezes“.

Licenciado em Comunicação e Media e Mestre em Jornalismo e Comunicação, escrevo sobre televisão, reality shows, famosos e entretenimento...

COMENTÁRIOS

TRENDING