Familia

Pai viola a lei usando cannabis para tratar a filha que sofre de autismo severo

O uso medicinal da cannabis em várias doenças cada vez mais se afirma como uma alternativa eficiente, pouco invasiva, e com resultados impressionantes para sintomas normalmente extremos, e de difícil controle.

Quem implora às autoridades do estado do Texas que permitam que use vapores de THC, o princípio ativo da cannabis, é Mark Zatler, um pai que luta pelo bem de sua filha, violando até mesmo a lei.

Kara tem autismo severo, e muitas vezes o comportamento faz com que ela se magoe durante horas, como mostra o vídeo em baixo.

Nem sempre os medicamentos funcionam, mas o uso da cannabis é infalível. A reação de Kara aos vapores de THC é imediata, e ela aos poucos acalma-se, e deixa de se ferir, até poder ser solta pelo pai e andar pela casa.

Segundo Mark, o uso da cannabis é mais efetivo do que qualquer remédio, e funciona em 100% das vezes.

“O temperamento estabiliza em poucos minutos, e o bom humor costuma durar o dia inteiro”, diz Mark. “Vapor não faz mal. Não é fumo. O tratamento com o THC funciona mesmo”.

Como conta o Hypeness, o pai diz que não só o tratamento é eficiente para conter os comportamentos mais agudos da filha, e tem proporcionado melhoras visíveis na vida da filha.

“Não há nenhum efeito colateral, pelo contrário: ela tem alcançado progressos e desenvolvimentos incríveis no último ano. Tem estado mais atenta, e focada. Ganhou destreza na sua vida”, diz o pai, que agora segue em campanha por uma lei que ajude não só sua filha, mas outras famílias que tenham uma pessoa com autismo em casa, a terem acesso legal, e seguro, ao melhor remédio possível.

To Top